Aeroporto de Confins - Foto : Governo de Minas Gerais
Aeroporto de Confins – Foto : Governo de Minas Gerais

Com a chegada das chuvas de verão e muitas tempestades, o Aeroporto de Confins, localizado na grande BH, já acumula mais de 600 voos atrasados no período, são exatamente 607 voos cancelados para o local, resultante de um grande problema com mau tempo. O pior dia vivenciado pelos passageiros foi sábado(16), quando 189 voos foram cancelados no dia, o reflexo foi tão grande que a Azul Linhas Aéres, uma das principais que opera em Confins, cancelou todos os seus voos no dia.

A ABEAR esclarece que grande parte dos voos cancelados devido ao mau tempo na localidade de Confins é por conta da falta de infraestrutura do local. O Aeroporto de Confins só opera com ILS de categoria 1 em somente uma das 2 cabeceiras, de sua única pista, grande parte dos voos cancelados são devido a mudança de de direção dos ventos, que obrigava as aeronaves em operação de pouso, utilizar somente a cabeceira 34, que não conta com a tecnologia de ILS e não permite aproximações quando o teto (vis. vertical) está abaixo de 1500 pés, ou 1000 pés na condição VFR especial, o uso do ILS abaixaria esse valor para 200 pés.

A cabeceira 34 tem a tecnologia LNAV/VNAV para pouso, mas que no momento está inativa para uso devido a obras, limitando assim o pouso em condições de VFR Especial. A Azul,  que foi a empresa mais atingida pelos cancelamentos, cobrou da concessionária do BHAirport a instalação de sistemas ILS nas duas cabeceiras, justificando que um aeroporto com o movimento de Confins estaria extremamente limitado sem um sistema que possibilitasse pouso em baixa condição de visibilidade.

 

PS : Agradecimento ao Victor Rosim que explanou a parte de pouso com instrumentos para a Aeroflap.

COMPARTILHAR