DSC03398e

A Embraer confirmou que fechou um acordo para fornecimento de materiais no setor de defesa a empresa, isso inclui radares de uso terrestre, sistema de datalink e aeronaves Super Tucano (A-29). O sistema do contrato é ideal para o monitoramento de fronteiras, com diversos radares e aeronaves de ataque leve.

O presidente executivo da Embraer Defesa e Segurança, Jackson Schneider, não declarou diretamente quem seria o cliente, se limitou a dizer que seria um país em desenvolvimento. A primeira aeronave produzida está estimada para daqui a 3 anos.

Na Singapore Airshow a Embraer está demonstrando um Super Tucano que seria o “padrão de produção”, a estratégia é conseguir clientes na Ásia, que é um local de grande demanda para o segmento de defesa. Recentemente a Embraer Defesa entregou unidades do A29 no Afeganistão e recebeu encomenda da Indonésia para 16 A-29.

De acordo com correspondentes da feira, os visitantes estão muito interessados no projeto KC-390, que a Embraer vem desenvolvendo junto com a FAB, graças a flexibilidade e modernidade de uma aeronave desse tipo.

COMPARTILHAR