Foto - Embraer/Reprodução

O Embraer KC-390 chegou no dia 04 de dezembro para testes no Aeroporto Regional do Oeste de Nebraska, conhecido também como Aeroporto de Scottsbluff, de acordo com o gerente responsável pelo local, 20 funcionários desembarcaram da aeronave, incluindo os pilotos.

Em Nebraska a Embraer vai testar a capacidade do KC-390 de realizar pousos e decolagens mesmo com condições desfavoráveis de vento. O local já é conhecido pelos fortes ventos, motivo que levou a Embraer escolher esse lugar, depois de não conseguir o mesmo efeito no Texas.



A equipe de teste contatou as autoridades do Aeroporto Internacional de Denver, que encaminhou os engenheiros para o Scottsbluff.

O gerente do aeroporto, Darwin Skelton, disse que a Embraer não conseguiu ventos fortes o suficiente para concluir os testes no Texas. Também não há prazo para terminar os testes em Nebraska.

O KC-390 está pelo menos desde o dia 20 de novembro em testes nos EUA, para simular condições nos sistemas de aviônicos, de medição de ruído externo e operações com vento cruzado.

O KC-390 é capaz de executar diversas missões, como transporte de carga, lançamento de tropas ou de paraquedistas, reabastecimento aéreo, busca e salvamento, evacuação aeromédica e combate a incêndios, além de apoio a missões humanitárias. A aeronave pode transportar até 26 toneladas de carga a uma velocidade máxima de 470 nós (870 km/h), além de operar em ambientes hostis, inclusive a partir de pistas não preparadas ou danificadas.

Desde o início da campanha de testes em voo, em outubro de 2015, os dois protótipos do KC-390 demonstraram altas taxas de disponibilidade, acumulando mais de 1450 horas de voo. A Capacidade Operacional Inicial (IOC) deve ser atingida até o final deste ano e a primeira entrega está programada para acontecer em 2018 para a Força Aérea Brasileira.