Foto - Embraer
Foto – Embraer

A Embraer assinou com mais uma empresa que será parceira no desenvolvimento do KC-390, o novo cargueiro militar encomendado pela FAB. A Rheinmetall irá desenvolver o sistema de formação de tripulação para o KC-390, em um contrato com a Embraer no valor de 100 milhões de euros.

No acordo assinado pela Embraer está sendo requisitado o fornecimento de um conjunto completo de equipamentos de formação ao longo de um período de 10 a 15 anos. Os serviços atendidos serão no quesito expertise para movimentação de cargas, que inclui os procedimentos de embarque e desembarque, manutenção da aeronave, e também treinamento de pilotos em voo e diversas missões.

“Estamos ansiosos para construir sobre a nossa cooperação frutífera com Rheinmetall e estamos confiantes de que nossa parceria irá resultar em uma suíte de formação para o KC-390 que vai contribuir para o sucesso global do programa KC-390”, disse Jackson Schneider, presidente e executivo-chefe da Embraer Defesa e Segurança.

A Rheinmetall é uma empresa com boa experiência nessa área de treinamentos e expertise operacional. Ela foi responsável por fornecer um simulador de carga para o Airbus A400M, uma aeronave militar cargueira de grande porte fabricada pela Airbus Defense and Space.

Atualmente o KC-390 conta com 28 encomendas da Força Aérea Brasileira e diversos acordos de aquisição por países parceiros como Argentina, Chile, Colômbia, República Checa e Portugal (com uma possibilidade de encomenda da Suécia, pela compra dos Gripen NG). Ao todo o programa de testes conta atualmente com duas aeronaves e mais de 150 horas em voo, a previsão é certificar a aeronave até o final de 2017, com entregas para a Força Aérea Brasileira iniciando em meados de 2018.

 

Fonte – FlightGlobal

Foto destaque – Força Aérea Brasileira

COMPARTILHAR