A Boeing e a GE Capital Aviation Services (GECAS) firmaram hoje (04/01) um acordo para a encomenda de 75 aeronaves 737 MAX 8, a nova geração do narrow-body 737.

A GECAS atua no mercado de leasing e financiamento de aeronaves, um braço comercial da General Electric, companhia que compõe a joint-venture responsável pelo motor CFM Leap-1B do 737 MAX.

A ordem, registrada em dezembro, é avaliada em US$ 8,25 bilhões com o preço atual de tabela. Com essa encomenda a GECAS tem 170 aeronaves 737 MAX encomendadas junto a Boeing. 

“Essas novas encomendas vão permitir que a GECAS atenda às necessidades de nossos clientes, auxiliando na gestão de suas frotas, transição de aeronaves e fornecimento de novos equipamentos”, disse Alec Burger, presidente e CEO da GECAS. “Nossos clientes querem a mais recente tecnologia e eficiência de combustível”

Atualmente o 737 MAX já acumula 3419 encomendas, e ocupa o posto de avião mais vendido na história da Boeing, mesma que ainda esteja em desvantagem em relação à família A320neo da Airbus. A Boeing espera conseguir entregar a primeira aeronave em 2017, quando o 737 MAX receber a certificação de tipo da FAA e EASA.

COMPARTILHAR