A Elbe Flugzeugwerke (EFW), uma joint-venture entre a ST Aerospace e a Airbus, anunciou que assinou um contrato com a Vallair Solutions Sàrl (Vallair) para converter 10 aeronaves A321-200 de passageiros para cargueiro.

Os aviões serão entregues entre o último trimestre de 2018 até o final de 2019, se trata de aviões de passageiros, já usados, convertidos para uma configuração cargueira, com capacidade para até 10 pallets.



Na assinatura a Vallair disse que vê potencial no A321 para substituir o Boeing 757F no mercado de fretes.

Esse será o primeiro A321 convertido para cargueiro através do programa P2F, montado pela Airbus em conjunto com a ST Aerospace em 2015 para converter antigos aviões da família A320, antes configurados para transporte de passageiros. Além dessa aeronave a Airbus também trabalha na conversão do A330 para cargueiro.

A conversão P2F dá capacidade para o A321 transportar 14 pallets de carga no deck principal, e mais 10 nos porões da aeronave. O peso máximo suportado pelo A321P2F é de 27,6 toneladas, nessa condição a autonomia máxima é de 3700 km, ideal para rotas de curta distância.

A ST Aerospace é responsável pela fase de desenvolvimento da engenharia, até a aprovação do Certificado de Tipo Complementar (STC) pela Agência Européia de Segurança da Aviação (EASA) e pela Federal Aviation Administration (FAA) dos EUA. A Airbus dará assistência à certificação da aeronave.