Reuters –  A Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos propôs uma nova diretiva de aeronavegabilidade (AD) para alguns dos primeiros aviões Boeing 787-8 Dreamliner, após um relatório que descobriu um defeito em um componente da asa.

O relatório disse que alguns furos de fixação pode não ter sido realizados corretamente quando fabricado. Isso pode desenvolver trincas por fadiga e enfraquecer a estrutura da asa principal, de modo que não seria possível sustentar a carga em voo quando em MTOW, disse a FAA.

O AD, que irá entrar em vigor no dia 09 de março, irá rever o programa de manutenção ou inspeção para incluir uma limitação de aeronavegabilidade para inspeções repetitivas dos furos de fixação nas asas flex-T, disse que a FAA.

Boeing não estava imediatamente disponível para comentar sobre o assunto.

 

Fonte – Reuters

Adaptação e tradução – Aeroflap

COMPARTILHAR