A GOL Linhas Aéreas anunciou hoje um contrato de Sale and Leaseback (Venda e Arrendamento) de cinco aeronaves de nova geração Boeing 737 MAX 8 com a AWAS. As cinco aeronaves têm um valor total de US$ 550 milhões de dólares e serão entregues entre junho e novembro de 2018, provavelmente serão os primeiros aviões 737 MAX da companhia. O contrato de arrendamento vale por 12 anos.

A GOL reforçou que o novo 737 MAX será até 15% mais econômico em comparação com suas aeronaves 737 NG mais recentes. Além de gastar menos combustível as aeronaves 737 MAX 8 vão contar com uma maior autonomia de voo, de até 6500 km (em comparação aos 5500 km atuais) e um MTOW de até 82 toneladas (em comparação às 70 toneladas atuais).

Desta forma, a GOL poderá oferecer voos sem escalas para os mercados de Miami, Ft. Lauderdale, Orlando e Cancún, destinos de alta demanda procurados pelos brasileiros.  O 737 MAX também é mais silencioso, com ruído 40% menor quando comparado ao atual 737 NG.

Com a configuração da GOL, o 737 MAX 8 fornecerá 500 km a mais de alcance em comparação com o modelo A320neo, e permitirá que a GOL acrescente 9 assentos em relação a sua configuração sem perder a classificação A na de espaço entre assentos. A expectativa é, também, gastar até 8% menos de combustível por assento em relação ao modelo A320neo.

Os novos aviões já contam com o Sky Interior tradicional nas novas aeronaves da Boeing, além de internet a bordo e entretenimento on-demand via Wi-Fi.

Atualmente a frota da GOL tem cerca de 120 aeronaves com uma média de oito anos de idade, muitas aeronaves que incorporaram a frota da GOL a partir de 2012 foram transferidas para outras companhias em regime de Leasing Operacional, a idade média da frota aumentou nos últimos anos devido a essas transferências, além do cancelamento da entrega de novas aeronaves 737 NG a partir de 2016.

A GOL tem uma encomenda de 120 aeronaves 737 MAX até 2028. A Boeing planeja entregar as primeiras unidades do 737 MAX a partir de junho deste ano.

 

 

COMPARTILHAR