A Gol Linhas Aéreas anunciou na manhã de ontem (29/03) para os investidores que está planejando aumentar o número de assentos em suas aeronaves. Atualmente são 177 e aumentarão para 186 poltronas. A companhia ainda confirmou que terá voos para os Estados Unidos e Cancún, porém não tem data definida e nem aeroporto de partida definido.

“Os Boeing 737 MAX 8 possuem uma autonomia de até 6500 km, o que tornará possível voos para Miami e Orlando na Flórida bem como para Cancún no México sem escalas”, afirma a companhia aérea.

A companhia não informou muito sobre, mas informou que os assentos + conforto não sofrerão mudanças, com isso os outros passageiros serão afetados, caso não optem por pagarem a mais por uma poltrona mais confortável. O aumento no número de assentos irá diminuir os espaços as fileiras.

“Com essa reconfiguração, o 737-800 NG da GOL reduzirá o custo operacional e terá o mesmo custo por assento comparativamente ao modelo A320neo, considerando as etapas médias atuais da maioria das rotas domésticas e da América do Sul. Já o Boeing 737 MAX 8, afirma Celso Ferrer, vice presidente de planejamento da Gol. Até 2028 a Gol receberá 120 unidades do Boeing 737 MAX 8. A compra dos Boeings 737 MAX 8 está ligada a aquisição dos Airbus A320neo da concorrente LATAM.

 

Segue posicionamento sobre o anúncio feito pela GOL na tarde de terça-feira:

A GOL esclarece que a nova configuração de assentos, anunciada hoje, trata-se de uma redistribuição do interior da aeronave que permitirá à companhia a continuar oferecendo maior espaço e comodidade durante toda a viagem, sem qualquer prejuízo ao conforto dos clientes.

Isso será possível por meio da adoção de novas tecnologias de assento e layout de cabine, alterações que serão feitas a partir do final do ano, de forma gradual. A companhia ressalta ainda que permanecerá sendo a companhia aérea brasileira com a maior oferta de assentos do selo “A” da ANAC.

This post is available in: pt-brPortuguês