Em março de 2017 o grupo IAG anunciou a Level, uma nova companhia derivada da Iberia com foco em voos internacionais de longa distância.

Atualmente a Level está expandindo sua frota, e em breve terá cinco aviões, sendo que três ficarão em Barcelona e dois em Paris (Orly). Todos são do modelo A330-200, derivados das companhias do grupo.

Mas o Grupo IAG já iniciou uma negociação para conseguir expandir a frota da companhia para 15 aeronaves, e para isso os executivos do grupo estão conversando com as fabricantes Boeing e Airbus.

O principal ponto para a companhia na aquisição é o consumo e custo de aquisição da nova aeronave. De acordo com a companhia, o Boeing 787 apresentou um resultado ruim, pois mesmo com um custo muito baixo no consumo, o preço de aquisição é alto, em comparação com o Airbus A330.

Mas o jato da Boeing tem uma vantagem, que é a flexibilidade dentro da própria malha do grupo, bem como a disponibilidade de pilotos no IAG. 

A companhia continuará avaliando as suas opções no mercado, visto que o custo de aquisição do Boeing 787 continua caindo, enquanto o A330-200 dispõe de maior custo por assento ocupado e está saindo do mercado para dar espaço ao A330neo.

 

This post is available in: pt-brPortuguês