Durante muitos anos o mundo viveu uma guerra ideológica entre as maiores potências da época, USA e URSS (União Soviética), que de todas as formas competiam indiretamente pra mostrar o seu melhor, e na aviação não seria muito diferente é claro. Vamos analisar agora alguns comparativos.

 

TU 154 X Boeing 727

Essa talvez seja a semelhança mais óbvia de todas, ambos foram sucesso em seus países de origem e fora deles, tem especificações técnicas parecidas e foram produzidos no mesmo período.

Boeing 727 trijato lançado pela boeing nos anos 60.
Boeing 727 trijato lançado pela Boeing nos anos 60.
tupolev-tu-154-02
Tupolev 154 de fabricação soviética.

TU 204 X Boeing 757

São concorrentes diretos e com uma vantagem ao Boeing no quesito alcance, eles também podem levar quase o mesmo número de passageiros, assim como os norte-americanos, os russos conseguiram projetar uma aeronave eficiente para os padrões de narrow-body, a única diferença entre eles é que dessa vez a Boeing conseguiu vender muito mais.

17298067586_bf185c011d
Tupolev 204
Boeing
Boeing 727

TU 134 X DC-9

Cauda em T, com motores na parte traseira não foi algo incomum lá na União Soviética e do lado ocidental do jogo foi o padrão incorporado em muitas aeronaves, mas ao que tudo indica dessa vez o lado socialista inspirou o capitalista, pelo menos na competição, já que o Tupolev voou dois anos antes do DC-9, apesar de transparecer uma certa impressão de o DC-9 ser maior, levam quase a mesma quantidade de passageiros.

Tupolev 134.
Tupolev 134
DC-9_UR-CBY
DC-9

 

TU 114 X Constellation

Dessa vez os Constellations da Lockheed ganharam dos Tupolev, se você tiver um olhar mais atencioso ou clínico irá perceber uma semelhança na fuselagem dos dois, relatos contam que os motores dos 114 eram tão potentes e barulhentos que era possível ouví-los de um submarino, se isso é verdade ou não, não podemos afirmar, deixamos para que a imaginação de nosso público desenhe a realidade.

Tupolev 114.
Tupolev 114
Lockheed Constellation.
Lockheed Constellation

TU 144 X Concorde

Claro que esse não poderia faltar, o “Concordoski”, e o Concorde que fizeram história na aviação comercial, digamos, que de forma muito semelhante. O Tupolev acabou se acidentando no Paris Air Show em 1973, e após isso teve um severo revés no seu desenvolvimento e por causa disso e outros fatores se aposentou mais cedo em 1979 com apenas 55 voos comerciais feitos. Já o Concorde sofreu seu golpe fatal em 2000 quando um dos exemplares da Air France caiu logo após a decolagem do Aeroporto de Paris, por ter atingido uma peça que tinha se soltado de um DC-10 da Continental Airlines, logo em seguida acabou caindo e matando todos a bordo. No ano de 2003 as únicas operadoras do modelo, British e Air France, resolveram aposentá-lo pela baixa demanda de passageiros e altos custos de operação. Ao total foram produzidos 20 unidades do Concorde, 5 a mais que o Tupolev 144.

Tupolev 144.
Tupolev 144
british_airways_concorde_g-boac_02_big
Concorde
COMPARTILHAR
Igor Danin

Estudante , sou da Aeroflap desde novembro de 2013 e acompanhei o crescimento e sucesso da página desde o início antes de me tornar adm, e agora que faço parte da equipe cresço junto com o site.