A Helibras entregou mais dois H225M para as Forças Armadas Brasileiras, o primeiro foi destinado ao Exército Brasileiro, que irá operá-lo no 1º BAvEx sediado em Taubaté, onde se situa o esquadrão de asas rotativas do Exército Brasileiro.

O segundo H225M foi entregue para a FAB (Força Aérea Brasileira), para ser operado no 3º/8º GAV sediado no Rio de Janeiro. Nesse esquadrão a aeronave irá  cumprir do serviço SAR (voltado para missões de busca e salvamento).  Com esse novo helicóptero a FAB já conta com 12 unidades da aeronave. No ano de 2017 a Helibras deverá entregar mais quatro H225M, esses quatro irão integrar a frota de asas rotativas da Marinha Brasileira.



 

A fábrica responsável pela construção desses helicópteros se localiza em Itajuba-MG. Uma das vantagens em construir o H225M (nomenclatura no Brasil do Eurocopter EC 725), é a capacidade de colocar nas aeronaves tecnologia nacional e investimentos de diversas empresas. Ao todo são 37 empresas no projeto do H225M.

Ao todo hoje no somatório das 3 forças armadas são 28 unidades do H225M. Os H225M chegaram em boa hora, pois os Super Puma da FAB já estavam bem antigos. Ter uma aeronave de asa rotativa do porte do antigo Super Puma e dos Eurocopter é importante para qualquer nação.

A praticidade que os helicópteros trazem paras as forças armadas, são inúmeras, vão desde trasporte de cargas, soldados, até transporte presidencial que é o caso do GTE (Grupo de Transporte Especial), sediado na BABR (Base Aérea de Brasília). Bem como o uso no serviço PARA SAR, para busca e salvamento podendo chegar à lugares remotos do país.