CaOqFYzW0AAvv64

O Helibrás H130 passará a contar com novos opcionais para uso aeromédico a partir dos estudos desenvolvidos no Brasil pelas equipes de Engenharia, Inovação e Programas da Helibras, em conjunto com potenciais parceiros especializados nestes tipos de equipamentos. O helicóptero, que faz parte da família Esquilo, é produzido com peças e partes estruturais brasileiras e representa uma evolução em relação ao H125 Esquilo, aeronave amplamente empregada para uso policial e aeromédico.

Com maior potência de decolagem (952 SHP), a aeronave também conta com cabine e bagageiros de grande volume, autonomia superior a 3 horas e alcance de mais de 600 km. Na configuração aeromédica, além dos modernos itens já embarcados, como o sistema de controle ativo de vibração (AVCS), o helicóptero traz opcionais de ponta para as atividades de resgate e salvamento.

“O amplo espaço interno do H130, aliado ao potente motor Arriel 2D e ao piso flat (reto), permite diversas possibilidades e configurações, como por exemplo, a instalação de solução aeromédica altamente modular, ou seja, capaz de ser configurada conforme as características operacionais de nossos clientes, em cada estado ou região do país. Trabalhamos com projetos que podem transportar, simultaneamente, até 6 pessoas (piloto, copiloto, médico, enfermeiro, tripulante operacional e o paciente, deitado na maca), além dos equipamentos médicos, tais como, respirador, cardioversor, aspirador de secreções e bombas de infusão”, explica Alessandro Branco, Gerente de Engenharia da Helibras e um dos responsáveis pela concepção técnica dos novos opcionais.

COMPARTILHAR