id130863_1

A ICAO (Organização Internacional da Aviação Civil) decidiu em conselho do BCE a proibir o embarque de baterias fabricadas com Li-ion em aviões de passageiros. A proibição entra em vigor em 1 de abril e continuará até que um novo padrão de desempenho esteja implementado, o que é esperado para 2018.

A medida cobrirá baterias de Lítio-Ion enviados como carga em aeronaves de passageiros e não incluem as contidas em equipamentos eletrônicos pessoais quer de passageiros ou da tripulação. A proibição vem após as revisões da Comissão de Navegação Aérea e Mercadorias Perigosas da agência das Nações Unidas, para as operações de voo, e os painéis de aeronavegabilidade.

“A segurança é sempre a nossa prioridade mais fundamental na aviação civil internacional. Esta proibição provisória continuará a vigorar até as baterias desse material alcançar um novo padrão de desempenho”, disse Olumuyiwa Bernard Aliu, presidente do conselho da ICAO.

COMPARTILHAR