A Infraero realizará, nesta terça-feira (17/4), às 9h, licitação para a concessão de um armazém para servir como terminal de logística de carga no Aeroporto Campo de Marte (SP). A permissão de utilização do espaço prevê a exploração comercial do complexo e operação das atividades de armazenagem e movimentação de cargas por 10 anos, com preço mínimo mensal de R$ 60 mil e preço básico inicial de R$ 100 mil.

A área a ser licitada, que dispõe de 4.384 m², conta com um pátio de estacionamento de aeronaves com 22 posições, sendo uma posição para estacionamento da aeronave King Air 350 ou três para estacionamento da aeronave Gran Caravan, que pode ser utilizada como cargueiro. As demais posições são limitadas às aeronaves de menor porte.



A iniciativa faz parte do novo posicionamento estratégico da estatal, que prevê a exploração comercial de áreas situadas em alguns de seus aeroportos para o segmento de negócios logísticos.

Por se tratar de uma concessão sem obrigatoriedade de investimentos, o vencedor deverá arcar com eventuais adequações estruturais e futuras ampliações mediante autorização da Infraero. A empresa ganhadora também terá liberdade de escolher produtos e serviços mais aderentes à sua realidade mercadológica, sem uma predefinição ou enquadramento prévio da estatal.

Caso necessário, o concessionário poderá solicitar à Receita Federal o alfandegamento da área para operação de cargas internacionais, atendendo aos requisitos legais exigidos e respeitando a capacidade operacional e segurança da aviação.

“A Infraero espera um grande portfólio de clientes para o aeroporto em virtude de sua posição privilegiada, próximo ao Terminal Rodoviário Tietê, à Estação Carandiru do Metrô e à Marginal do Tietê, via de acesso às rodovias estaduais e interestaduais”, explica o superintendente do aeroporto paulistano Carlos Haroldo Novak.

 

Via – Infraero