A Boeing e a Iran Air anunciaram hoje (11/12) um acordo para a compra de 80 aeronaves, que inclui 50 unidades do 737 MAX 8, 15 do 777-300ER e 15 unidades do 777-9X, em preço de tabela toda essa compra fica pelo valor de 16,6 bilhões de dólares.

Esse acordo é com base na carta de intenção apresentada pela Iran Air em junho, assim que o governo americano autorizou novas negociações com o Irã. O contrato progrediu em setembro quando a Boeing recebeu uma autorização do Governo dos Estados Unidos para negociar com a Iran Air.

Até essa data a Iran Air já se comprometeu com 118 encomendas junto da Airbus, nesse acordo inclui a compra de aeronaves como A320, A320neo, A330neo, A350XWB e A380. A Iran Air também encomendou 40 aeronaves ATR 72-600 e demonstrou interesse nas aeronaves da Embraer com 50 aviões negociados.

Foto - Paul Weatherman/Boeing
O 737 MAX 8 é a nova aposta da Iran Air. Foto – Paul Weatherman/Boeing

Essa encomenda com a Boeing reforça a posição da empresa para a linha 777, e auxilia a continuação do programa 777X. A Boeing comemora essa encomenda que ajuda a fabricante americana nos números de 2016, atualmente a Boeing tem mais encomendas em 2016 do que a Airbus, ao contrário do que ocorreu em 2015.

As primeiras unidades do Boeing 737 MAX 8 e do 777-300ER serão entregues em 2018, o 777-9X só irá entrar em serviço após 2020.

A frota da Iran Air consiste em cerca de 140 aeronaves e é reconhecida como uma das frotas mais antigas do mundo, com presença de aeronaves históricas como 747-100, 747-SP e até pouco tempo atrás o 727. Estima-se que o país precisará de cerca de 400 aeronaves wide-body e 100 narrow-body para atender a demanda do país, ao todo o Irã planeja investir até 50 bilhões de dólares na renovação de toda a frota.

A companhia já investiu 25 bilhões de dólares em aeronaves da Airbus e 16,6 bilhões de dólares em aeronaves da Boeing, além da encomenda realizada das aeronaves ATR no valor de 1 bilhão de dólares.

 

COMPARTILHAR