A Embraer anunciou hoje, durante a 52ª edição do Paris International Air Show, um pedido firme para dois jatos E190 adicionais para a KLM Cityhopper, subsidiária regional da KLM. As aeronaves serão inclusas na carteira de pedidos da Embraer do segundo trimestre de 2017 e têm preço de lista de USD$ 101 milhões.

As novas aeronaves integrarão a frota de 30 E190 e nove E175 já operando com a KLM Cityhopper. As entregas das aeronaves estão previstas para 2018. Quando a transição da KLM Cityhopper para uma frota integral de Embraer estiver concluída, a companhia aérea terá 49 E-Jets, a maior frota de E-Jets na Europa, sendo ela composta por 32 aviões do modelo E190 e 17 do E175.

“Nossa parceria com a KLM Cityhopper é longa e bem-sucedida porque sempre nos esforçamos para melhorar e oferecer valor a nossos clientes para além do desempenho das aeronaves”, disse Arjan Meijer, Chief Commercial Officer, Embraer Aviação Comercial. “Repetidas encomendas de prestigiados clientes como a KLM Cityhopper devem ser celebradas, mas também servem como um recado para focarmos não apenas na fabricação de aeronaves e tecnologias, mas em serviço e suporte. Também estamos orgulhosos que a Holanda, a casa da Embraer na Europa, seja também a casa da nossa maior operadora na região – a KLM Cityhopper.”

Foto – KLM/Reprodução

Boet Kreiken, Diretor Geral da KLM Cityhopper, disse: “Os 67 destinos da KLM Cityhooper serão, em breve, servidos por uma frota exclusiva de Embraer. Atualmente, 38 de nossas 47 aeronaves, operando 105 mil voos anuais, são da Embraer. Nossas operações regionais proporcionam às comunidades a conectividade essencial entre cidades europeias e o restante do mundo. A Cityhopper é a espinha dorsal para alimentar os serviços de longa distância da KLM e também para outras 18 companhias aéreas parceiras, sendo assim uma missão exigente. A configuração da cabine com dois assentos de cada lado e o desempenho pontual e técnico de nossa frota de E-Jets são apenas algumas das muitas razões para a parceria com a Embraer.”

A KLM iniciou o processo de substituição da frota de consagradas aeronaves Fokker pelos E-Jets na KLM Cityhopper em 2008, com o objetivo de ampliar a atual malha aérea e permitir o desenvolvimento de novas rotas. (Veja mais Clicando Aqui)

This post is available in: pt-brPortuguês