Na sexta-feira publicamos por aqui sobre Mike Hughes e seu foguete caseiro, que serviria para voar até 500 metros de altura e provar que a Terra é plana. O lançamento que seria no sábado foi cancelado, e não por causa do próprio inventor desse aparelho.

O espaço que o foguete seria lançado é público, cedido pelo prefeito de Amboy, uma cidade abandonada no Deserto de Mojave. O problema é que ele teve a permissão negada para usar esse espaço por causa do Estado da Califórnia.

Agora ele planeja contornar o problema lançando o foguete, com ele mesmo dentro, através de uma propriedade privada, onde não há controle público. O local provavelmente continuará sendo o Deserto de Mojave.

Em uma entrevista ele afirmou que a Nasa está sendo controlada e que Elon Musk, CEO da companhia espacial SpaceX, está fabricando foguetes falsos. “Eles ainda não enviaram um homem ao espaço”, disse ele. “Existem vinte agências espaciais aqui nos Estados Unidos e eu sou a última pessoa que colocou um homem em um foguete e a lançou.”

Se correr como o planejado e sobreviver, Mike pretende se candidatar ao governo da Califórnia. Ele também planeja um serviço de turismo espacial, numa espaçonave já batizada como “Rockoon”: um foguete carregado até a alta atmosfera por balões, de onde será lançado.

Para finalizar Hughes disse que não acredita na ciência. “Não há diferença entre ciência e ficção científica”, afirmou Mike.

Apesar de ganhar US$ 15 por hora em seu trabalho, Mike gastou US$ 1500 somente para fazer a torre de lançamento e US$26200 em todo o foguete.

This post is available in: pt-brPortuguês