Pousou ontem (24/11) em Confins o Airbus A350 de matrícula A7-AMC, antigo PR-XTE, que estava arrendado para a Qatar Airways pelo período de 6 meses.

No total foram 4 aeronaves A350XWB da LATAM Brasil para a frota da Qatar Airways.

Os contratos de subarrendamento foram feitos para períodos entre 6 e 12 meses, com possibilidade de prorrogação. Durante este período, a Qatar é exclusivamente responsável pelo controle operacional das aeronaves. O PR-XTE tinha um contrato de arrendamento de 6 meses, as outras aeronaves têm contratos para 12 meses (exceto para o PR-XTD), com possibilidade de prorrogação.

A LATAM declarou que planeja devolver dois 777-300ER em 2018, adiando assim seus planos de devolver ainda em 2017. Esse movimento é para adequar a frota aos Airbus A350-900XWB que voltarão do sub-leasing realizado para a Qatar.

Em janeiro a LATAM informou que estava retirando o A350 das rotas partindo de Guarulhos para Miami, Milão, Paris e Santiago. Os voos para Paris iriam ter o A350 em dias alternados, nas outras três cidades informadas a LATAM voltaria a utilizar os aviões Boeing 767 e 777.

Voos da LATAM de Guarulhos para Orlando sofreram alterações e a partir do dia 26 de março começaram a ser operados pelo Boeing 767-300ER, anteriormente realizado pelo Airbus A350XWB da LATAM.

Com o retorno do A350 a LATAM poderá aumentar a oferta de seus voos internacionais durante o período de alta temporada no Brasil. Recentemente a companhia declarou que planeja operar 400 voos extras entre dezembro de 2017 a janeiro de 2018.

A LATAM não declarou onde colocará a aeronave para voar durante o período de alta temporada, visto que isso representa um excedente de aviões na frota da companhia.

Os A350 da Qatar têm configuração interna para 283 assentos, sendo 36 na Business e 247 na Economy. Enquanto isso o A350 da LATAM tem 348 assentos, com 30 na Business Class, 18 na Economy Premium e 300 na Economy Class.

A Qatar alugou esses A350 para expandir a sua frota, enquanto a Airbus encontrava dificuldades para aumentar a produção da aeronave. Desde janeiro a Qatar Airways expandiu sua frota de 13 aviões A350XWB para 18 deste modelo, descontando as 3 aeronaves da LATAM que ainda estão operando por lá, e em breve vai receber o primeiro A350-1000 de uma companhia aérea.

COMPARTILHAR