Challenger é um bom nome para o jato que pertence a um campeão mundial de Fórmula 1.

Capaz de levar um carro de 4 rodas na velocidade de 380 km/h, Lewis Hamilton já foi campeão mundial 3 vezes na principal categoria de automobilismo, e foi com a possibilidade de se tornar quatro vezes campeão, além do GP do Brasil, que ocorre neste final de semana, que nós decidimos falar sobre uma parte curiosa do piloto, o seu Bombardier Challenger 605.

Hamilton tem esse avião desde 2013, quando comprou ele por uma quantia de 20 milhões de libras. O Challenger 605 é fabricado pela canadense Bombardier, que entregou um jato novinho para Lewis.  

 

Touchdown Mexico! Looking forward to this weekend! @bombardier_jets #redjet #MexicoGP #Challenger #ambassador

Uma foto publicada por Lewis Hamilton (@lewishamilton) em

Patrocinado pela Bombardier, Hamilton é capaz de viajar com até 12 pessoas a bordo por 6236 km, número que representa a autonomia do Challenger. O avião está equipado com um sofá-cama, várias telas de televisão e um bar/cozinha. 

Esse 20 milhões de libras que o Hamilton pagou não é um problema, no mesmo ano de entrega do avião ele assinou um contrato de 60 milhões de libras com a Mercedes, equipe o qual corre até hoje na Fórmula 1. Essa mesma aeronave poderia ser locada por mais de £ 10000, isso a cada hora de uso, como as corridas de F1 ocorrem em diversos países essa conta sairia bem cara.

 

Stateside in the #redjet. Looking forward to the #USGP 🇺🇸✈️ @bombardier_jets #challenger #ambassador

Uma foto publicada por Lewis Hamilton (@lewishamilton) em

Como o Hamilton só tem que pagar o valor da aeronave, combustível, manutenção e os pilotos, cada hora voada sai por € 9000, cerca de 12000 euros a menos em um voo de 10 horas. A parcela da aeronave sai por € 3,6 milhões anualmente.

Utilizando esse jato ele também evita filas nos aeroportos, demora para realizar o embarque, dependência dos horários das companhias aéreas, entre outros fatores. Para personalizar ainda mais o Challenger ele escolheu além da cor, a matrícula da aeronave, G-LCDH, que corresponde as iniciais do seu nome, Lewis Carl Davidson Hamilton.

O Challenger 605 foi lançado oficialmente em 2006, ele é derivado do Challenger 600, lançado em 1978 pela Bombardier. Entre as atualizações que ele recebeu estão os aviônicos Pro Line 21 da Rockwell Collins e sistema de EFB, para ajudar o piloto durante o voo. Dependendo da configuração ele pode levar até 19 passageiros e decolar com até 22 mil quilos.

Esse avião usa o mesmo motor do E-Jet, da Embraer, são dois GE CF34 com 9220 lbf de empuxo.

 

 

COMPARTILHAR