A primeira aeronave F-35B STOVL (Short Take-Off / Vertical Landing) Lightning II fabricada fora dos Estados Unidos foi entregue dia 25 de Janeiro ao Ministério da Defesa Italiano e, em seguida, atribuído à Marinha Militar italiana na fábrica FACO (Final Assembly and Checkout) em Cameri na região do Piemonte.

O evento foi o resultado de uma sólida colaboração entre o Ministério da Defesa italiano e sua parceria industrial com a Leonardo e a Lockheed Martin.



“A produção do primeiro modelo de F-35B, a variante mais complexa do ponto de vista tecnológico, na FACO italiana é uma clara demonstração das excelentes capacidades e qualidade da indústria aeroespacial italiana”, comentou Doug Wilhelm, vice-presidente da Lockheed Martin responsável pelo gerenciamento do programa F-35.

Roll-out em Maio de 2017 do primeiro F35B italiano | Foto: Lockheed Martin

Até hoje, a FACO de Cameri forneceu nove F-35As e um F-35B, o único estabelecimento de produção do F-35B localizado fora dos EUA; Quatro dessas aeronaves estão atualmente na Base da Força Aérea em Luke, no Arizona, para o programa de treinamento de pilotos internacionais e cinco estão na base de Amendola.

Os F-35A e B italianos substituirão as aeronaves Panavia Tornado, AMX e AV-8B Harrieri II+ que atualmente estão em serviço na Força Aérea Italiana e na Marinha.

A FACO de Cameri também planeja produzir 29 caças F-35A para a Força Aérea Holandesa (RNLAF) e tem a capacidade de atender às demandas de outros parceiros europeus no futuro.

F-35B Marines (USMC) e um F-35A da USAF respectivamente | Foto: Gianluca Conversi