A Lufthansa recebeu essa semana o seu segundo Airbus A320neo, mas a companhia aérea alemã disse que os diversos problemas no motor, que atrasaram a entrega da segunda aeronave, ainda não foram resolvidos pela Pratt & Whitney.  A Lufthansa entrou para a história como a primeira operadora do A320neo, após a recusa da Qatar de receber o A320neo com procedimento de start do motor comprometido, necessitando de maior tempo em solo.

Como resultado, a Lufthansa está operando somente seu primeiro A320neo em rotas dentro da Alemanha, onde tem uma grande base de engenheiros. A segunda aeronave também será usada somente em rotas domésticas por agora. A primeira aeronave foi recebida logo nos primeiros dias de Janeiro desse ano.

Um porta-voz da Lufthansa disse que um grupo de trabalho da Airbus e Pratt & Whitney ainda está investigando os problemas, mas a transportadora alemã tinha chegado a um acordo com a Airbus sobre uma espécie de compensação para as restrições de operação.

Ela se recusou a especificar a natureza da compensação, mas disse que o jato estava absolutamente seguro e estava voando bem. O segundo A320neo da Lufthansa terá base em Frankfurt e operar seu primeiro vôo comercial na sexta-feira, para Düsseldorf, na Alemanha. O esperado é que a Lufthansa receba um total de cinco A320neo durante todo esse ano, com o terceiro sendo entregue durante o verão europeu e os próximos dois no outono.

 

Fonte – Reuters

Tradução e adaptação – Aeroflap

COMPARTILHAR