Companhias Aéreas Não categorizado News

Lufthansa vira cliente de lançamento para o A320neo

Airbus-A320neo-VMU_tests

Em um acordo da Airbus, o A320neo pode ter outro cliente lançador do modelo por conta de limitações na operação dos motores P&W. Originalmente o primeiro A320neo entregue a uma companhia aérea iria para a Qatar Airways, que se comprometeu a ser a cliente lançadora do modelo, porém a companhia aérea não está disposta a assumir uma aeronave que contém restrições operacionais.

O primeiro problema conhecido no motor P&W 1100G é quanto o eixo de rolamento do motor, que exige uma pequena espera em marcha lenta antes do uso, de acordo com a Pratt & Whitney eles estão trabalhando em alterações no componente e uma atualização de software para o sistema lógico de controle. Até que essas mudanças são feitas, o motor tem que funcionar em marcha lenta por 3 min e em seguida ligar-se. A aeronave não pode taxiar pelos seus próprios meios até o procedimento ser concluído. Entre outros problemas estimados seria o desempenho limitado virtualmente para ambientes de alta temperatura, como parte de um problema ocorrido durante o programa de testes.

Primeiro A320neo da Lufthansa. Foto - Tom Lowther
Primeiro A320neo da Lufthansa. Foto – Tom Lowther

A Lufthansa concordou em ser a cliente de lançamento do A320neo, na lista de espera ela seria a segunda a receber a aeronave, seguida por IndiGo. A troca com a Qatar irá alterar somente as 2 primeiras posições de entrega, já que ambas aeronaves estão prontas e em testes antes de ser entregue para seus clientes. A Lufthansa planeja colocar o A320neo em serviço já no mês que vem (janeiro), no dia 6 na rota Frankfurt – Hamburgo, também motivada pela grande base de manutenção presente em ambos os aeroportos, Hamburgo e Frankfurt tem uma das maiores estruturas de manutenção da Lufthansa Technik.

Atualmente a Qatar tem uma encomenda para 50 aeronaves da família A320neo, enquanto a Lufthansa se compromenteu com 101 encomendas para a família e a IndiGo é a maior cliente do modelo, com 430 aeronaves em ordem de compra.

Recentemente o motor Pratt & Whitney PW1110G recebeu a certificação conjunta da FAA e EASA, o que permitiu a Airbus homologar o A320neo em ambas agências dias depois.

About the author

Pedro Viana

Pedro Viana

Acadêmico de Engenharia Aerospacial - Editor de foto e vídeo - Fotógrafo - Aeroflap

Newsletter

[newsletter_signup_form id=1]

Facebook

Em busca de hotel?


Share This