Luke Elsworth, de 19 anos, foi contratado pela easyJet logo após se qualificar como piloto. Ele se matriculou no programa de treinamento de pilotos da companhia aérea, no CTC Aviation, localizado em Southampton, somente 9 dias após completar 18 anos (e você aí querendo sua primeira CNH com 18).

Elsworth concluiu o curso, que também inclui seis meses em simuladores, em 18 meses. Após todo esse processo ele foi aprovado como primeiro oficial (co-piloto) na easyJet, em Abril de 2016. A licença de voo que ele possui é cadastrada até hoje como o piloto mais jovem em uma linha aérea, para todo o Reino Unido, de acordo com os registros da Civil Aviation Authority.

ad_211425891
Luke Elsworth após cumprir um voo, no cockpit de um A320. Foto – AP

Quando perguntaram se ele sentiu que era apropriado para alguém de sua idade para voar aviões de passageiros, Elsworth respondeu: “Eu não vejo por que não voar. Eu realmente quero incentivar as pessoas mais jovens para chegar neste posto. Se você é bom o suficiente para estar lá, você fez o treinamento e está adequado para o serviço, então eu não acho que a idade realmente tem um impacto grave.”

Ele insistiu que não tenha notado qualquer olhar preocupado dos passageiros quando é visto entrar no cockpit, antes do voo. Quando questionado se ele seria capaz de lidar com uma emergência, Elsworth disse: “Eu espero que sim… Não há nenhuma razão que eu não deveria sentir. Sinto-me confortável em voar com esta aeronave.”

ad_211426035
Luke ao lado de seu pai, Capitão Paul Elsworth. Foto – AP

Um ex-piloto da British Airways, Eric Moody, disse que a idade de um piloto “tem muito pouco a ver com isso”. Ele continuou: “Boa sorte para o jovem rapaz, espero que ele tenha uma longa e bem sucedida carreira. É tudo uma questão de competência. Se ele é bom, então está tudo bem.”

Luke Elsworth está habilitado para voar aeronaves Airbus A319 e A320, e disse que cada vez que ele pisa fora de uma aeronave, se sente animado para ver a ‘peça maciça de metal que você acabou de pousar’.

Sobre as responsabilidades e vida o jovem piloto de 19 anos insistiu que não deixa arrependimentos sobre prosseguir em uma carreira com responsabilidade pesada, apesar da juventude. Para ele não há problemas em relação a deixar um pouco da diversão de lado, ele até brinca, “talvez eu estaria em uma universidade neste momento”. Apesar de tudo ele afirmou que ainda consegue sair e se divertir, a escala de voo permite isso.
Fonte – Metro

COMPARTILHAR