Militar News

MAKS 2017 revela período de transição de investimentos da Rússia no setor de defesa

Sukhoi SU-35.

Os planos para o setor de defesa da Rússia para os próximos anos não são pequenos. Após alguns anos da economia russa apresentar baixos índices, agora ela reverteu o estado e está apresentando uma maior estabilidade. Com isso os investimentos nos aviões militares poderão ser maiores, porém as prioridades dos investimentos serão para as forças terrestres da Rússia.

Já os programas aeroespaciais da Rússia que começaram em 2014, apesar dos atrasos, estão avançando e terão muito o que mostrar no MAKS 2017, o evento mais importante do setor aeroespacial da Rússia, que acontece no aeroporto de Zhukovsky.

Ao todo foi reservado um espaço para 70 expositores, onde boa parte é de nações estrangeiras. O número total de aeronave no evento será de 84 aeronaves que estarão voltadas para as demonstrações em voo e outras 116 em exposição estática, até a Airbus e a Boeing confirmaram presença de suas aeronaves no evento.

Uma das grandes novidades será o MiG-35, que já está em fase de testes e a Rússia já está buscando vendas no exterior. O MiG-35 irá substituir a grande frota do clássico MiG-29 “Fulcrum”, a previsão é que o novo MiG entre em operação em 2019.

A United Aircraft Corp (UAC) também está com desenvolvimento acelerado, a aeronave de transporte de passageiros Irkut MC-21, está saindo como planejado. O avião já fez o primeiro voo em maio deste ano e agora está em testes. No setor de defesa da UAC, fora o MiG-35, está avançando os testes com os helicópteros Kamov Ka-62, que em breve irão fazer o voo inaugural. Na MAKS desse ano não estarão presentes o MC-21 e o Ka-62, pois ambos estão em fase crucial de testes.

Com esse breve resumo das novidades que a MAKS irá trazer, percebe-se que a Rússia pretende investir no setor de defesa nos anos de 2018 a 2025, o investimento total deve girar em torno de 17 trilhões de rublos (US$ 287 bilhões).

Ainda no cenário dentro dos anos de investimento, não podemos deixar de comentar sobre o caça de quinta geração PAK- T-50, que apresenta atrasos no processo de construção. Mas legisladores dos EUA já estão atentos para o desenvolvimento da aeronave stealth russa que compete justamente com duas aeronaves norte-americanas, os Lockheed Martin F-35 e o F-22 Raptor.

Foto-United Aircraft Corp/Reprodução

Existem projetos para bombardeiros estratégicos, o Tupolev PAK-DA poderia avançar, uma vez que a Tupolev está reativando a produção dos bombardeiros “Blackjack” Tu-160. Porém o governo russo planeja encomendar de 50 a 60 unidades do bombardeiro na versão Tu-160M2, com modernizações.

Os atrasos devido à crise econômica na Rússia criaram esse problema, e agora as empresas bem como o governo russo estão correndo para voltar a ter uma estabilidade e crescimento no setor de defesa.

As aeronaves que estão com as entregas mais avançadas são as aeronaves da 4º geração+ como o Su-35, Su-30 e MiG-35 e Su-34. A Índia já estaria interessada no MiG-35 para substituir a antiga frota de aeronaves soviéticas do país, além de firmar um acordo com a Rússia para comprar e desenvolver o PAK FA.

About the author

Redação Aeroflap

Redação Aeroflap

Newsletter

[newsletter_signup_form id=1]

Facebook

Em busca de hotel?


Share This