Meridiana mudou seu nome para Air Italy e, com o apoio do novo acionista Qatar Airways, pretende tornar-se “a transportadora nacional da Itália”.

A nova companhia se transferirá sua base operacional de Olbia, na Sardenha, para Malpensa. Depois de meses de espera, seguiu o acordo que deu origem a uma participação de 49% da Qatar Airways. Os restantes 51% ficarão nas mãos da Alisarda, controlada por Aga Khan através da holding Akfed.

No evento de apresentação em Milão, o diretor executivo da Qatar, Akbar Al Baker apresentou oficialmente a nova marca da companhia.

“Queremos nos tornar a companhia número um na Itália – diz Al Baker – e temos os recursos para isso. Verás que a estrela dos céus italianos seremos nós».

Seus planos envolvem um rápido programa de expansão liderado pela criação de novas rotas domésticas e internacionais. Uma forte aliada nesse crescimento é a própria Qatar, com quem terá voos codeshare. “A Qatar Airways apoia completamente os planos da Air Italy de ser a transportadora bandeira da Itália”, disse ele.

Já falamos muitas vezes sobre a Meridiana e de seus famosos MD82 aposentados.
Agora a frota da Air Italy será renovada nos próximos três anos com 20 novos Boeing 737 MAX 8 e, a partir da próxima primavera, 5 Airbus A330-200 da Qatar Airways entrarão na frota da Air Italy e serão substituídos, a partir de maio de 2019, por 20 Boeing 787-8 Dreamliner.

Durante o evento de apresentação, a Air Italy ainda revelou sua nova imagem, com um visual completamente moderno.

É possível notar na pintura do Boeing 737 MAX 8, a adoção do bordeaux escuro associada à transportadora do Qatar. “Isso reflete o quão perto a nova operação funcionará com a Qatar Airways”, denota o executivo-chefe Akbar Al Baker.

This post is available in: pt-brPortuguês