Foto - Embraer

Mesmo apresentando uma certificação tripla do seu novo avião, o E190-E2, as ações da Embraer na Bovespa (EMBR3.SA) terminaram o dia em queda de 4,73%, registrando R$21,76.

O motivo foi uma coluna publicada pelo jornalista Lauro Jardim no jornal O Globo, indicando que o novo Ministro da Defesa, o general Joaquim Silva e Lima, não é favorável às negociações com a Boeing, para a compra de parte da empresa brasileira.

A queda chegou a 6,12%, quando cada ação foi comercializada a R$21,38. As ações recuperaram o folego no fim do dia, quando a Embraer apresentou a certificação do seu novo avião.

O general substituiu Raul Jungmann no cargo de Ministro da Defesa, de forma interina, ainda não efetivado. Jungmann era favorável ao acordo, desde que o Governo Brasileiro mantivesse o Golden Share, uma espécie de poder de veto, e também a não ligação da Boeing com os projetos militares da Embraer.

Michel Temer está no momento avaliando uma proposta feita pela Boeing.

 

This post is available in: pt-brPortuguês