Foto - Modern Logistics

A partir de 9 de abril, a Modern Logistics passa a oferecer o segundo voo semanal, e para maio está avaliando adicionar mais uma frequência, a terceira. “Este é mais um passo na oferta de uma plataforma logística completa para o cliente”, disse o CEO da empresa Gerald Lee. A Modern conta hoje com armazéns em importantes polos industriais no Brasil, uma frota de três aeronaves e mais de 90 parceiros rodoviários.

“Queremos, neste momento da economia brasileira, alavancar o crescimento da indústria com soluções logísticas nunca pensadas até então”, disse o CEO. Segundo ele, uma parte significativa da capacidade das duas primeiras aeronaves já está tomada pelos contratos acertados neste ano, e as perspectivas dos contratos em negociação permitem prever um aumento no número de voos regulares e de cidades atendidas.

A Modern Logistics está com o segundo Boeing 737-400F operando desde 20 fevereiro. A terceira e quarta aeronaves chegarão em maio e até o fim do primeiro semestre, respectivamente.  A empresa também ampliou o número de centros de distribuição com a entrada da operação do CD em Recife e estão previstos mais dois ainda este ano.

Nos últimos 3 meses, a Modern Logistics fechou cinco novos contratos de logística integrada nos segmentos de bens de consumo duráveis, hospitalares, correlatos e farmacêuticos, contemplando todos os serviços da cadeia.

“Além disso, concretizando mais uma etapa na implantação dos sistemas da companhia, a Modern desenvolveu uma integração importante entre os sistemas de transporte aéreo e rodoviário. Com estes sistemas integrados, a empresa e seus clientes têm uma visibilidade abrangente das movimentações das cargas e isso nos permite emitir conhecimentos multimodais, porta a porta”, explicou Lee.

This post is available in: pt-brPortuguês