Um Boeing 777-300 operado pela Korean Air foi evacuado depois de que a tripulação detectou fogo em um dos motores Pratt & Whitney PW4090. Durante o ocorrido a aeronave estava taxiando no aeroporto de Tokyo Haneda International, e prestes a decolar para cumprir o voo KE2708, com destino à Seoul.

“O avião estava taxiando para a decolagem quando chama foi detectado a partir motor número 1”, disse Korean Air em nota oficial. “A decolagem foi imediatamente cancelada.”

Todos os 302 passageiros e 18 tripulantes foram evacuados usando os escorregadores infláveis, que são equipamentos de emergência localizado em todas as portas da aeronave, nenhum dos ocupantes ficou ferido gravemente por causa do incidente, porém 7 pessoas (cinco mulheres e dois homens) necessitaram de atendimento médico para tratar ferimentos leves.

A mídia japonesa mostrou imagens da aeronave com bombeiros pulverizado espuma no seu motor 1, que foi afetado pelo fogo. A aeronave tem matrícula HL7534 e foi entregue para a Korean Air em dezembro de 1999, ela é equipada com motores PW4090 e pertence a própria companhia aérea.

A Korean Air se desculpou oficialmente pelo ocorrido, e declarou que está disposta a remarcar o voo de todos os 302 passageiros do voo. Já a comissão japonesa responsável por analisar acidentes aéreos disse que irá investigar o incidente.

 

COMPARTILHAR