O terminal de logística de carga (Teca) do Aeroporto de Teresina/Senador Petrônio Portella (PI) registrou, no primeiro trimestre de 2017, 27,5 toneladas movimentadas – um crescimento de 24,3% em relação ao mesmo período de 2016, quando foram contabilizadas 22,12 toneladas. Toda a movimentação de cargas nos dois períodos foi no setor de importação.

Os principais itens movimentados no Teca piauiense são materiais radioativos para tratamento radioterapêutico, produtos de pesca, equipamentos e produtos perecíveis utilizados para pesquisa científica, materiais de insumo (reposição) de uma fábrica de latas de alumínio e equipamentos de impressão gráfica.



O superintendente do Aeroporto de Teresina, Marco Aurélio Zenni, atribui o crescimento na movimentação de cargas importadas ao trabalho de captação de novos clientes realizado no ano de 2016, repercutindo no início de 2017. “Durante essas visitas, os profissionais da Infraero expõem as vantagens e facilidades de utilizar os serviços da rede, como redução de taxas de armazenagem e capatazia, redução do tempo de fiscalização das cargas por parte dos Fiscais da Receita Federal e o bom atendimento dos orgânicos deste terminal de carga”, lembra Zenni.

 

Via – Infraero