Mulher viaja sozinha nos EUA após erro da companhia aérea

Você teria problemas por viajar sozinho dentro de um avião?

Para a usuária shadybaby22 do Reddit isso não foi um problema. Ela ficou sozinha dentro de um ERJ da Embraer, viajando por uma companhia aérea norte-americana não identificada até o momento.

De acordo com o depoimento da passageira, ela teve seu voo de Nova York para o Aeroporto Internacional Ronald Reagan, em Washington, cancelado às 17h aproximadamente. Com outra passagem para um voo que partia às 1h, a passageira decidiu retornar à casa dos seus pais, nesse meio tempo a companhia acomodou os passageiros que ficaram no aeroporto em outros voos, mas esqueceu de entrar em contato com a passageira que optou por voltar para sua residência.

“Eu percebi que algo estava errado quando eu era a única na área de espera, cerca de 45 minutos antes de decolar”, escreveu Beth no Reddit. “Um dos agentes do aeroporto apareceu enquanto eu estava esperando e perguntou se era realmente esse o voo que eu esperava”. Com a resposta afirmativa o agente disse:“Eu sabia que isso aconteceria”.

De acordo com Beth, havia apenas outras três pessoas a bordo, os dois pilotos no cockpit e uma comissária de bordo. Possivelmente a aeronave estava fazendo uma transferência de aeroporto.

Beth disse que não pediu comida ou bebida durante o voo de 1 hora, aproveitou o tempo sozinha para dormir. “Talvez eu teria obtido um tratamento especial se eu tentasse”, disse a passageira.

A passageira também disse os tripulantes não estavam muito felizes de transportar apenas um passageiro, visto que isso poderia ser contornado se não tivesse ocorrido um suposto erro da companhia. Beth aproveitou para perguntar se isso já ocorreu com os pilotos, eles disseram que nunca tinham visto isso acontecer.

A rota entre Nova York e o Aeroporto Internacional Ronald Reagan tem cerca de 341 km, e duração de quase 1 hora quando o voo é realizado com o ERJ 145. Normalmente esse avião é configurado com 50 assentos, em disposição 2-1.

Talvez ela pudesse aproveitar o momento sozinho para fazer algo que nem nessa foto acima. Um fotógrafo aproveitou que estava sozinho em um avião da companhia aérea norte-americana JetBlue, também fabricado pela Embraer, e posicionou seu tripé para fazer uma montagem com várias fotos. Ele usou um controle remoto para fazer os disparos com sua câmera.

This post is available in: pt-brPortuguês