A Norwegian iniciou recentemente voos transatlânticos com o Boeing 737 MAX 8, a autonomia estendida dessa aeronave permitiu ligar a Irlanda com a costa leste dos Estados Unidos.

Mas a Norwegian está entusiasmada com um novo avião que chegará na sua frota, o Airbus A321neo LR, uma versão do A321neo com autonomia estendida, que permite voos da costa oeste da Europa até a Costa Leste dos EUA.

“Você verá mais rotas com o A321LR que chegam a aeroportos de tamanho médio nos EUA, conectando-se a diferentes capitais da Europa”, disse o diretor comercial Thomas Ramdahl, acrescentando que Berlim, Bruxelas, Budapeste e Praga são possíveis destinos da Europa.

Com um alcance de até 7400 km, o A321neo LR permitirá fazer novas rotas, que hoje não são possíveis com o Boeing 737 MAX 8 devido ao alcance de apenas 6500 km.

Boeing 737 MAX 8 da Norwegian. Foto – Boeing/Divulgação

A Norwegian planeja operar a partir de 2019 com o A321neo LR em voos para Washington DC, a capital dos EUA. O local é muito longe para o 737 MAX 8, e exige muitas frequências de voo para ser operado com o Boeing 787.

“O MAX funciona muito bem na Irlanda e no Reino Unido”, disse Ramdahl sobre estas rotas. “No entanto, seu alcance de 6500 km limita a capacidade do 737 MAX para expandir-se em outros destinos na Europa.”

A Norwegian tem 30 encomendas para o A321neo LR, sendo que nove delas serão recebidas em 2019.

Além da Norwegian, a Aer Lingus, a Air Transat e a Primera Air se comprometeram a realizar voos transatlânticos com o Airbus A321neo LR.

Outro destaque do avião, além do alcance superior, é a incorporação do pacote ACF de série, que aumenta a capacidade máxima do avião de 220 para 240 passageiros.

This post is available in: pt-brPortuguês