O dia da escolha para os estagiários do Curso de Especialização Operacional da Aviação de Caça (CEOCA), do Esquadrão Joker (2º/5º GAV), começou com o último voo realizado pela turma na manhã de 24 de novembro. Uma esquadrilha de ataque tomou os céus de Natal na despedida dos estagiários que se formarão pilotos de caça no próximo dia 08 de dezembro, quando ocorrerá o encerramento do Programa de Especialização Operacional (PESOP).

“A ansiedade é complicada nesse momento, porque essa primeira unidade define várias coisas na nossa vida dentro da Força Aérea. Apesar de ter sido o último a escolher o Esquadrão, eu confiava que conseguiria o que eu queria, porque durante todo o curso eu me esforcei muito e fiz minha parte”, relatou o Tenente Aviador Felipe Thiago Pessôa da Silva, que vai servir em Porto Velho, no Esquadrão Grifo.

Após um ano de especialização, a expectativa do Tenente Pessôa é contribuir para a boa formação dos pilotos de combate e retornar em breve para o Esquadrão Joker, que o formou: “Meu objetivo é daqui a dois anos retornar a Natal como instrutor dos novos pilotos de caça da FAB”, contou.

Na manhã do mesmo dia, foi realizado o último voo do curso, primeiro evento que marca o encerramento do CEO-CA. A esquadrilha formada por 4 aeronaves A-29 Super Tucano foi liderada pelo Comandante do Esquadrão Joker, Tenente-Coronel Aviador Gustavo Pestana Garcez e contou com a presença do Comandante da Base Aérea de Natal (BANT), Coronel Aviador Antonio Santoro.

Foto - Força Aérea Brasileira/Divulgação
Foto – Força Aérea Brasileira/Divulgação

Na missão, estava prevista a eliminação de dois alvos, compostos por duas aeronaves AT-26 Xavante, desativadas, localizadas no Estande de Tiro Aéreo de Maxaranguape, a 60 km da BANT. O armamento utilizado foi a bomba de emprego geral – BAFG 230, além de tiro terrestre com metralhadoras calibre .50 e foguetes SBAT 70.

“Lançar uma bomba real é a realização de um sonho muito antigo e a sensação é indescritível. É o coroamento de um curso bastante difícil, que exigiu muito comprometimento e dedicação”, disse o Tenente Aviador Ferraz, um dos estagiários envolvidos no último voo.

O PESOP tem como objetivo capacitar os estagiários, egressos da Academia da Força Aérea, para exercer as atividades operacionais demandadas aos oficiais aviadores. A primeira parte do curso, de instrução teórica, acontece no Grupo de Instrução Tática e Especializada (GITE), no Curso de Tática Aérea.

Em seguida, tem início a capacitação prática, necessária para que o estagiário se torne um piloto de combate, especializado em uma das aviações da FAB: caça, transporte, patrulha, reconhecimento ou asas rotativas. Os Cursos de Especialização Operacional são realizados pelos esquadrões de instrução aérea, 2º/5º GAv, 1º/5º GAV e 1º/11º GAv e todas as atividades do PESOP são coordenadas pela Primeira Força Aérea (I FAE).

Iniciado em janeiro deste ano, o PESOP 2016 terá seu encerramento no próximo dia oito de dezembro, quando os Tenente Aviadores Estagiários pronunciarão o juramento do Piloto de Combate durante solenidade militar.

 

Fonte – Força Aérea Brasileira

COMPARTILHAR