Aeroportos Artigos Não categorizado

Os 5 aeroportos mais perigosos do Brasil- Santos Dummont – Por Igor Danin

Chegamos ao número três da nossa lista e vamos conhecer mais um pouco dessa aeroporto super famoso e bonito localizado na cidade maravilhosa.

141344-050-DAC72844

Localizado em um aterro a beira da baía de Guanabara, o Aeroporto Santos Dumont lembra muito um porta aviões com uma aproximação de tirar o fôlego de tanta beleza e adrenalina. Inaugurado em 1936 esse aeródromo já viu muitos fatos históricos da aviação nacional como a mudança dos Electra pelos aviões a jato na ponte-aérea e a popularização das viagens aéreas no nosso país. Durante anos, e até os dias atuais ele faz dupla com o Aeroporto de Congonhas, que foi inaugurado quase na mesma época.

Ele é o segundo aeroporto mais movimentado do estado carioca, o SDU é além de ponto de chegadas e partidas para muitos visitantes da cidade maravilhosa, também é um ponto turístico pela localização próxima a ponte Rio-Niterói ao Cristo Redentor, Pão de Açúcar e dentre outras localizações turísticas.

Recebendo o nome do pai da aviação, este aeroporto já viu alguns acidentes mas nenhum deles fatais, todos relacionados a aeronaves que quase ou que saíram da pista e foram parar na baía, com duas pistas incrivelmente curtas e sendo uma das menores do mundo a receber jatos (principal com 1.323 metros e auxiliar com 1.260 metros). Ele não conta com ILS nem mesmo do Tipo 1, o que acaba trazendo transtornos para as companhias em dias de chuvas e principalmente nevoeiros e esse fato levou ele a ser um dos pioneiros na operação de RNAV no Brasil. O aeroporto fez com que a Gol se juntasse a Boeing para desenvolver um sistema de freios mais eficientes, para que a mesma operasse seus 737-800 SPF a operar no país, de forma mais segura e eficiente montando sistemas com discos de carbono tornando a frenagem mais rápida que o normal.

DSC03425
Foto – Fábio Barros

Curiosidades: O pack SPF oferecido para aeronaves Boeing 737NG foi incorporado como opcional em 2006 a pedido da Gol Linhas Aéreas, que desejava operar sua mais nova aeronave no Aeroporto Santos Dumont. Por volta de 2013 a fabricante americana liberou o SPF 2.0, que engloba mais inovações aerodinâmicas e freios produzidos com carbono, mais resistente ao super aquecimento.

Texto – Totalmente por Igor Danin, ex-Aeroflap, informações postadas aqui são de total responsabilidade do autor do texto.

About the author

Igor Danin

Igor Danin

Estudante , sou da Aeroflap desde novembro de 2013 e acompanhei o crescimento e sucesso da página desde o início antes de me tornar adm, e agora que faço parte da equipe cresço junto com o site.

Newsletter

[newsletter_signup_form id=1]

Facebook

Em busca de hotel?


Share This