Há quase um mês postamos aqui na Aeroflap sobre o planador da Airbus que poderia em breve atingir um novo recorde mundial de altitude para um planador. E ontem essa aeronave entrou para a história ao subir para mais de 52.000 pés na região da Patagônia na Argentina.

“Estamos comemorando hoje uma incrível vitória em inovação aeroespacial e descoberta científica, e estamos muito agradecidos a todos os voluntários e patrocinadores cujos anos de dedicação incansável tornaram possível essa conquista”, disse Ed Warnock, CEO do Projeto Perlan. “Continuaremos a buscar altitudes ainda mais elevadas e prosseguiremos em nossas experiências científicas para explorar os mistérios da estratosfera. Fizemos história, mas o aprendizado acaba de começar”.



Foto – Airbus

“A cada marco da Perlan Mission II da Airbus, continuamos a aprender mais sobre como podemos voar mais alto, mais rápido e poluindo menos. Mas também aprendemos que a aviação ainda tem o poder de surpreender-nos, emocionar-nos e motivar-nos a encontrar novas fronteiras de empreendimento”, disse Tom Enders, CEO da Airbus. “O excelente sucesso de aviação do Perlan é o resultado de um pensamento ousado. É esse tipo de pensamento que forma a pedra angular da nossa visão do futuro da Airbus, que esperamos que inspire uma nova geração de exploradores e inovadores aeroespaciais”.

O piloto Jim Payne e o copiloto Morgan Sandercock realizaram esse histórico voo do Perlan 2 do aeroporto internacional Comandante Armando Tola em El Calafate, na Argentina, superando o recorde mundial anterior de 50.727 pés de altitude para um planador, estabelecido em 2006 no Perlan 1 não pressurizado pelo fundador do projeto Perlan Einar Enevoldson, juntamente com o principal patrocinador do projeto Steve Fossett.

A Perlan Mission II da Airbus é uma iniciativa para voar um planador sem motor até a fronteira do espaço usando os fenômenos climáticos chamados ondas estratosféricas de montanha: as correntes de ar ascendentes que são aumentadas significativamente pelo vórtice polar algumas vezes por ano em apenas alguns lugares da terra. A área em torno de El Calafate, situado na Cordilheira dos Andes na Argentina, é um daqueles raros lugares onde essas correntes de ar em ascensão podem atingir a estratosfera.

Foto – Airbus

Devido ao seu design sem motor, o planador Perlan 2 é uma plataforma única para a descoberta científica, e está mostrando um excelente desempenho em todos os experimentos de voo que focam nos fatores que influenciam as mudanças climáticas e nos efeitos da radiação em pilotos e aeronaves em altitudes elevadas.

Após a conclusão da temporada de voos de planador nas ondas de montanha da Argentina, a Perlan Mission II da Airbus retornará a Minden, Nevada, EUA, onde a equipe formada inteiramente por voluntários modificará e melhorará o planador Perlan 2 com base nas informações adquiridas nos voos de teste deste ano. O objetivo do Projeto Perlan é tentar atingir 90 mil pés, um recorde mundial de altitude para qualquer voo de aeronave com asas, com ou sem motor.

 

Espaço para a pilotagem

Curioso mesmo é o diminuto espaço para os dois pilotos que voam esse planador de asa gigante da Airbus, fatores de aerodinâmica limitaram muito a área frontal do nariz desse planador. Os pilotos entram na aeronave por uma janelinha redonda, com certeza uma pessoa com porte avantajado não passa ali.

Foto – Airbus/Divulgação

Como todos sabem, quanto maior o arrasto aerodinâmico, mais rapidamente a velocidade do objeto diminui, e isso é uma grande verdade, da mesma forma que a área também afeta o quanto de arrasto aerodinâmico você gera, por isso o Space Shuttle era um tijolo na hora do pouso.

Mas o Space Shuttle não conta neste caso, o mesmo tinha motores, apesar dos mesmos não serem funcionais durante a rápida descida dessa espaçonave. 

 

Acompanhe a missão

Acesse o link http://bit.ly/VirtualPerlan2 para ver voos ao vivo do Perlan 2 neste verão do hemisfério norte na Cabine de Comando Virtual do Airbus Perlan Mission II. Fique em dia com os horários de voo seguindo o Perlan Project no Twitter @PerlanProject e no Facebook www.facebook.com/perlanproject.