Aeroportos Não categorizado News

Plano de aviação regional pode ser suspenso

A Aeroflap adverte: Essa notícia pode causar muita vergonha alheia.

O Brasil está suspendendo um plano de subsidiar a aviação regional, conforme o governo busca inflar contas públicas, de acordo com um oficial da equipe econômica da Presidente Dilma Rousseff.

O projeto aberto pelo governo em meados de 2013/2014 agora está ameaçado de extinção, antes visto como um start para a Embraer por contemplar incentivos, como por exemplo subsidiar metade dos assentos para trechos regionais para aeronaves de até 120 lugares. O Fundo Nacional de Aviação que financiaria aeroportos regionais, está sendo agora utilizado para cumprir a meta do superávit primário.

20140828_121820ee

A proposta de redução da Infraero, até então responsável por boa parte dos aeroportos regionais, é parte de um plano para atrair mais capital privado para acelerar a construção de vias de gargalo, ferrovias, portos e aeroportos, disse o oficial.  A Presidente Dilma disse que o governo revelará um plano de concessões para infraestrutura no dia 9 de junho. Uma das maiores beneficiárias do programa regional de aviação é a Azul, criada pelo fundador do grupo JetBlue, David Neeleman. A Azul é a aérea que realiza mais voos regionais em jatos da Embraer. Tam, Gol e Avianca disseram que analisam a possibilidade de comprar jatos da Embraer que melhor satisfaçam os limites de assentos para os subsídios nessas rotas regionais.

A Azul e a Embraer não quiseram comentar a notícia!

 

Fonte: Bloomberg, InfoMoney

About the author

Pedro Viana

Pedro Viana

Acadêmico de Engenharia Aerospacial - Editor de foto e vídeo - Fotógrafo - Aeroflap

Newsletter

[newsletter_signup_form id=1]

Facebook

Em busca de hotel?


Share This