Aeronaves Não categorizado News

Pratt & Whitney irá resolver os problemas do PW1100G até fevereiro

Em detalhe, motor Pratt & Whitney equipando um Airbus A320neo.
Em detalhe, motor Pratt & Whitney equipando um Airbus A320neo.

A Pratt & Whitney, parte do grupo United Technologies Corp, reconheceu os problemas encontrados em seu motor PW1100G e disse que a solução já está pronta e será implantada até fevereiro de 2016. Recentemente a companhia aérea Qatar, cliente lançadora do Airbus A320neo, recusou a entrega da aeronave enquanto os problemas do Pratt & Whitney PW1100G não estiverem resolvidos.

De acordo com o presidente-executivo da United Technologies Corp, Gregory Hayes, a causa principal estaria na irregular diminuição de temperatura na parte superior do motor, isso causa um atrito no eixo que pode diminuir a vida útil do mesmo. Porém isso só acontece quando a aeronave estaria sem o propulsor ligado no período de uma hora e meia à duas horas.

O recomendado pela Pratt & Whitney é de as companhias fazerem uma operação chamada de “windmilling” por três minutos antes de realizar o start-up do motor. A PW irá disponibilizar em breve uma atualização de software que corrige tal característica com a utilização do “windmilling”, e em fevereiro irá atualizar na parte física todos os PW1100G produzidos até a data, dessa forma o problema será solucionado por sua vez.

A Lufthansa aceitou ser a cliente lançadora da aeronave  apesar do problema, ela irá operar em rotas que contém uma equipe de manutenção dedicada para o A320neo. O motor já foi certificada pela Administração de Aviação Federal dos EUA (FAA) e a Agência Europeia para a Segurança da Aviação(EASA).

About the author

Pedro Viana

Pedro Viana

Acadêmico de Engenharia Aerospacial - Editor de foto e vídeo - Fotógrafo - Aeroflap

Newsletter

[newsletter_signup_form id=1]

Facebook

Em busca de hotel?


Share This