Nesta semana o primeiro A330neo fabricado, de matrícula F-WTTN, foi flagrado em Toulouse com os dois motores instalados e fora do hangar de montagem de componentes. Isso apresenta uma evolução da Airbus na certificação do A330neo, depois do projeto já estar mais de um ano atrasado em relação ao prazo original.

Logicamente o A330neo ainda não fez seu primeiro voo, o vice-presidente de programas da Airbus, Didier Evrard, disse durante o período da Paris Air Show deste ano que o primeiro voo poderia ser realizado entre setembro e outubro deste ano. Com os motores instalados a aeronave já pode iniciar os testes em solo, como o do sistema de freio, em caso de decolagem abortada, além do teste de taxiamento em velocidade alta.



Esses testes iniciais em solo são importantes para verificar o funcionamento básico dos componentes e sensores, possibilitando avançar o nível de confiabilidade para a realização do primeiro voo. Em empresas experientes geralmente o período de testes em solo de uma nova aeronave não dura mais do que 3 meses.

Os dois motores Trent 7000 chegaram em junho deste ano na Airbus, em Toulouse. O motor logo após chegar na França seguiu para a montagem das nacelles e demais sistemas na Safran de Toulouse, na França, ao lado da fábrica da Airbus.

O Trent 7000 da Rolls-Royce é o único motor disponível para o A330neo, com o dobro da relação de bypass do Trent 700 que alimenta o A330ceo, a Rolls-Royce disse que o Trent 7000 reduz o consumo de combustível em até 10%. A primeira entrega será realizada no segundo semestre de 2018, em um prazo muito otimista.

O atual A330-200 ganhou mais 10 assentos. Estão previstos 2 modelos, o A330-800neo tem capacidade para 252 passageiros em uma configuração com 216 assentos na econômica e 36 na classe executiva, capaz de voar por até 8200nm, aproximadamente 15200km, enquanto o A330-900 conta com 310 assentos (36C + 274Y) e uma autonomia de 7000nm, ou 13000km, valores próximos do que a Boeing divulga para o 787.

A TAP Portugal será a primeira cliente do A330neo, que receberá a primeira unidade no final de 2018, até o momento cerca de 210 aeronaves foram encomendadas.

 

Foto em destaque – Jujug Spotting

Veja uma foto da aeronave com os motores abaixo: