Aeronaves Artigos Não categorizado

Primeiro salto, desafiando as alturas

12239877_886372041458728_2131257622311460330_n

 

O domingo amanheceu de céu limpo e o vento que castigou o Aeroclube de Novo Hamburgo no dia anterior já havia acalmado assim permitindo que o tão aguardado salto ocorresse. A sede do CGP (Centro Gaúcho de Paraquedismo) fica junto a este aeródromo, após receber um briefing rápido de uma instrutora, visto o macacão e orientado coloquei os equipamentos de segurança, após isso tivemos em torno de 20 minutos de espera e ansiedade para tomarmos os céus.

 

G0154049

 

Embarcamos em um Cessna Stationair , a decolagem é diferente devido a posição que estamos dispostos na aeronave, de costa para o painel para aproveitarmos mais o espaço , assim que estamos no ar aproveito para ver as paisagens da região e passar os procedimentos explicados previamente em minha mente, a temperatura cai rapidamente devido a razão de 2 graus a cada 1000ft que perdemos devido a subida, e o frio começa ligeiramente a incomodar, no momento que estou mais admirando a paisagens recebo a informação que estamos entrando na reta de lançamento a 10.000ft.

 

G0164177

 

Ai sim o coração dispara e se percebe que não tem mais volta, pela primeira vez em minha vida vou pousar sem um avião, e a sensação de deixa-lo seguir sem mim naquele momento começa a me deixar realmente desconfortável  porém chegara a hora. A porta delicadamente é aberta e somos inundados por um vendo gélido e com uma cara assustadora, os dois primeiros paraquedistas saltam e ai sim me pergunto o que estou fazendo ali, recebo a ordem para me posicionar na porta e entrar em posição de salto como fora explicado no briefing, tento manter minha mente focada nas instruções e esquecer onde estava, quando menos espero recebo o impulso e lá vamos, tomamos os céus de Novo Hamburgo, a aceleração é brutal, caímos em uma espécie de espiral até estabilizarmos, olho brevemente para cima e vejo o Cessna lentamente se afastando. O medo já não existia tamanho a euforia e adrenalina que estava experimentando e sonhara tantas vezes, durante a queda se atinge a velocidade de 220Km/h em 40s.

 

G0164190 G0164173

 

G0164170 G0164212

G0164215 12239877_886372041458728_2131257622311460330_n

G0164262 (2) G0174487

 

 

O acionamento do paraquedas é forte e rápido, e impressiona que em uma fração de tempo a pressão que havíamos experimentado desde o salto havia sumido e dado lugar a uma paz e calma incrivelmente inexplicáveis. O pouso foi muito mais tranquilo do que havíamos planejado.

Realmente voar seja de qualquer forma é espetacular, para nós que amamos os céus , temos que nos sentirmos confortáveis nele e confiar no que estamos fazendo e orientados a fazer. O salto é algo que todos deviam experimentar pelo menos uma vez na vida.

“Saltar de paraquedas definiria como desapegar de falsas seguranças que temos e pular no desconhecido apenas por prazer de nos sentirmos vivos”

Segue link do vídeo completo do salto

https://www.youtube.com/watch?v=Qx1I7HY9_Xg

About the author

Elizandro Souza

Newsletter

[newsletter_signup_form id=1]

Facebook

Em busca de hotel?


Share This