A Qatar Airways está reduzindo as frequências de voo em mais de uma dúzia de rotas regulares que partem de Doha por causa da lentidão na entrega de novos aviões do fabricante europeu Airbus, informou um porta-voz da companhia aérea no domingo (08/05).

As 15 rotas afetadas incluem os serviço recém-lançados para Adelaide, na Austrália, e os voos para Boston, Houston e Miami, nos Estados Unidos, e serviços para Copenhagen, Jacarta e Manchester. “Estamos fazendo cancelamentos de voos seletivos em vários mercados … devido a um atraso nas entregas de aeronaves da Airbus”, disse o porta-voz em um comunicado. “Estamos minimizando o impacto sobre nossos passageiros, tanto quanto possível, e que iremos acomodar todos em outros voos que atendem às suas necessidades de viagem. Os cancelamentos de vôos no momento é de somente um por semana, isso durante o verão “.

O executivo-chefe da Qatar Airways, Akbar Al Baker, disse no mês passado que a Qatar Airways estava falando com a Boeing sobre como substituir as aeronaves Airbus A320neo, em que a Qatar tem uma encomenda fixa. Grande parte da justificativa se situam nos problemas do motor Pratt & Whitney, além do sistema hidráulico e de software.

A Qatar Airways foi o primeiro A320neo em dezembro, mas recusou a aceitar a entrega depois de dizer que os motores da Pratt & Whitney  não estavam adequados e de acordo com as especificações técnica, a companhia disse que não era possível a operação dessa aeronave na zona do Golfo.

Um outro problema que a Qatar estaria enfrentando é a demora na entrega de suas unidades do Airbus A350XWB. A Airbus relata que a causa é o atraso na fabricação dos banheiros pelo fornecedor, devido ao extenso processo de adaptação aos novos métodos.

COMPARTILHAR