image

A Red Wings Airlines deixará de operar com o Sukhoi Superjet 100 em maio. A transportadora com sede em Moscou irá devolver duas aeronaves para a Sukhoi Civil Aircraft e três para a State Transport Leasing (STLC).

Nem a Red Wings nem Sukhoi quiseram comentar sobre a decisão de aposentar precocemente o SSJ100, porém há suspeitas de que a Red Wings estaria cumprindo o acordo de contrato, em caso de dívida para o Leasing. Em fevereiro do ano passado, a Sukhoi apresentou duas ações judiciais contra o Red Wings por causa de uma dívida no valor de RUB305.3 milhões, aproximadamente US$464.000.

A Red Wings realizou a primeira devolução do Superjet, do primeiro de três SSJ100 alugados, em janeiro de 2015. Mais dois aviões foram entregues ao transportador no segundo semestre do ano passado, enquanto as outras aeronaves serão vendidas de volta para a Sukhoi Civil Aircraft.

COMPARTILHAR