A Rockwell está perto de concluir a certificação de um novo cockpit para os veteranos 757 e 767, para atender a um pedido especial da UPS. Se tudo ocorrer bem, a certificação de aeronavegabilidade deverá ser emitida até o final de maio.

Esse retrofit de aviônicos será para três equipamentos da UPS, todos aviões cargueiros. Estão na lista os Boeings 757 e 767 e também o Airbus A300F.

No caso do 757 e do 767 a disposição de comandos do cockpit será semelhante, assim como é com os aviônicos que equipam esse tipo de aeronave desde a década de 80. O novo cockpit é composto por três telas grandes do tipo LCD TFT, além de um novo sistema de FMC, similar ao antigo mas com atualizações.

Para esses aviões não há alteração no estilo da pilotagem, ou seja, a Rockwell não incorporou o sistema fly-by-wire, mas atualizou o jato com o Piloto Automático mais atualizado para esses modelos.

O antigo cockpit combinava sistemas analógicos com monitores CRT, tão antigos que deixaram de ser usados no início do século. Esse novo sistema da Rockwell substitui praticamente todos os indicadores analógicos, e concede esse visual mais Glass Cockpit.

O novo sistema da UPS claramente inclui a navegação inercial, através de giroscópio, e um guia com auxílio dos sistemas de geolocalização, inclusive o GPS, GLONASS e Galileu.

A Rockwell espera receber o certificado de tipo para esses modelos até 5 de maio, depois disso a empresa equipará rapidamente os 75 aviões 757-200PF e os 59 aviões 767-300ERF da UPS. A Rockwell já está equipando alguns 767F da UPS com o novo cockpit, para iniciar as operações já em junho deste ano.

A maior parte das atualizações serão realizadas em 2019, visto que ainda neste ano a UPS precisa da sua frota de aviões para o período de alta demanda, ocasionado pelas datas comemorativas no último trimestre. Até 2020 a modificação de aviônicos deverá atingir todos os aviões citados anteriormente.

A Rockwell vai disponibilizar essa atualização para outras empresas realizarem o retrofit, até o momento somente a UPS se interessou

 

Airbus A300F

Para o A300F a UPS vai atualizar o sistema baseado no PRIMUS EPIC da Honeywell, composto por duas telas de LCD para cada piloto, no lugar dos clássicos monitores de CRT. Além disso alguns instrumentos analógicos foram embora, e agora estão embutidos na tela.

Um novo FMC está disposto ao lado de cada piloto, com atualizações. Além disso o computador central dos aviônicos será atualizado.

Essa atualização do A300 será ainda mais radical, porque altera a forma como o avião se comporta em meio ao tráfego aéreo moderno, composto por rotas mais diretas e comunicação por mensagens com o controle de tráfego aéreo.

Nesse caso a certificação será realizada pela Airbus, a UPS vai disponibilizar oito aviões para testes em 2019. No total cerca de 52 aviões A300F receberão essa alteração de aviônicos até 2022, para operá-los até 2035.

 

Via – FlightGlobal

 

 

 

This post is available in: pt-brPortuguês