O índice de satisfação geral dos passageiros com os principais aeroportos do país bateu o recorde no primeiro trimestre de 2017. A nota, de 4,34, na Pesquisa Permanente de Satisfação dos Passageiros, do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MT), foi a maior da série histórica do levantamento iniciado em 2013. No primeiro trimestre deste ano, 13,8 mil passageiros foram ouvidos nos 15 aeroportos que movimentam 80% das pessoas que viajam de avião no país.

A pesquisa, divulgada quinta-feira (11/05), no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, pelo secretário Nacional de Aviação Civil, Dario Lopes, revela um setor em alta: dos 15 terminais avaliados, 14 tiveram nota acima de 4, a média estipulada pela Conaero (Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias), numa escala que vai de um a cinco. Além disso, 91% dos passageiros entrevistados fizeram avaliações positivas sobre os aeroportos brasileiros: 47% os consideram bons e 44% muito bons.

Imagem – Secretaria de Aviação Civil/Reprodução

Para o ministro Maurício Quintella, os números gerais do levantamento representam uma grande vitória para a aviação nacional. “Pela primeira vez na história da pesquisa, 14 dos 15 aeroportos avaliados tiveram nota acima de 4, a média estipulada pelo governo. Isso mostra claramente que estamos no caminho certo para melhorar a qualidade dos serviços prestados à população”, afirma.

De modo geral, os passageiros estão satisfeitos com os serviços oferecidos. Segundo a pesquisa, 76% dos 38 itens avaliados ficaram acima da média. Destacam-se o tempo de fila no raio X (4,5), a cordialidade dos funcionários da inspeção (4,48) e a disponibilidade de assentos na sala de embarque (4,46). Os órgãos públicos e as companhias aéreas também agradam. Nota 4,61 para o tempo de fila da aduana, 4,26 para a integridade da bagagem e 4,16 para a velocidade da restituição de bagagem (4,16).

Imagem – Secretaria de Aviação Civil/Reprodução

CASOS DE SUCESSO – Com nota 4,73, o aeroporto de Curitiba (PR) foi o que tirou a maior média trimestral, consolidando sua liderança como o melhor do país. Já o aeroporto de Cuiabá (MT) foi o que teve a maior evolução da satisfação geral. O desempenho foi de 23% em comparação com o primeiro trimestre de 2016. Na avaliação mensal da pesquisa, Viracopos, de Campinas (SP), bateu a meta com a maior nota da história: 4,96 no mês de março.

ABAIXO DAS EXPECTATIVAS – Apesar dos avanços, alguns indicadores acenderam o alerta sobre a necessidade de mais investimentos e melhorias. Quando se trata de itens relacionados a “facilidades aos passageiros”, os números deixam a desejar. Os indicativos sobre custo-benefício das lanchonetes e restaurantes, dos produtos comerciais e do estacionamento foram os que receberam as maiores críticas: notas 2,89, 3,03 e 3,10, respectivamente. A qualidade da internet/wi fi (3,52) e a disponibilidade de tomadas (3,93) também tiveram um desempenho abaixo do esperado.

PLANOS DE AMPLIAÇÃO – O governo pretende estender os critérios de seleção da pesquisa para mais quatro aeroportos – Belém, Florianópolis, Vitória e Goiânia, afirmou a diretora do Departamento de Planejamento e Gestão Aeroportuária da Secretaria Nacional de Aviação Civil, Fabiana Todesco.

No entanto, segundo ela, não há ainda uma previsão para este ajuste na pesquisa. Para isso, será abera uma licitação para a nova empresa que fará a coleta das informações. “A ampliação já foi aprovada no comitê da Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero). Agora, precisamos apenas aguardar os trâmites burocráticos necessários para darmos andamento às mudanças”, explica.

PESQUISA – Atualmente a pesquisa é realizada pela Praxian Consultoria Ltda por encomenda do MT. Desde que foi lançada, em janeiro de 2013, o levantamento já ouviu mais de 253 mil pessoas nos 15 aeroportos responsáveis por 80% da movimentação de passageiros no país.

Numa escala de 1 a 5, os usuários classificam o desempenho das operações em 37 indicadores, além do item final sobre a sua satisfação geral com o aeroporto. Neste último trimestre, foram entrevistadas 13.807 pessoas, das quais 8.749 eram passageiros de voos domésticos e 5.058 de voos internacionais. Ao todo são 37 indicadores, além do item final sobre a sua satisfação geral com o aeroporto.

 

Via – Secretaria de Aviação Civil

This post is available in: pt-brPortuguês