A Boeing e a parceira Saab completaram o primeiro voo de sua segunda aeronave T-X, essa aeronave é idêntica à primeira, e projetada especificamente para a Força Aérea dos EUA para de treinamento de pilotos. Durante o voo de uma hora, o piloto de testes Steve Schmidt e o piloto de testes da Boeing para programas da Força Aérea, Matt Giese, validaram vários aspectos da aeronave.

“O jato foi manuseado exatamente como o primeiro avião e similar aos treinamentos em simulador, atendendo a todas as expectativas”, disse Giese. “Os cockpits dianteiro e traseiro trabalham junto sem emenda e a capacidade de pilotagem é bem superior. É o avião perfeito para treinar futuras gerações de pilotos de combate.”



Ambos os pilotos treinaram para o voo usando o sistema Boeing T-X completo, que inclui treinamento e simulação no solo.

Na foto o primeiro T-X em voo.

“Nosso programa de teste de voo bem sucedido é uma prova do fato de que nossa oferta é a escolha certa para a Força Aérea dos EUA”, disse Schmidt. “Este avião foi construído para os requisitos da Força Aérea e projetado para cumprir a missão de treinamento de treinamento e treinamento de ar”.

A aeronave Boeing TX tem um motor, duas caudas, dois assentos com elevação do segundo piloto (como um assento de arquibancada) e um cockpit avançado, que conta com modos de treinamento embutido. O design totalmente novo e projetado oferece flexibilidade para evoluir à medida que a tecnologia as missões e as necessidades de treinamento mudam.

A Boeing e a Saab apresentaram o primeiro avião em setembro de 2016 e voaram com ele em dezembro passado. O T-X irá substituir os aviões T-38 da Força Aérea Americana. A capacidade operacional inicial está prevista para a partir de 2024.