Aeronaves Artigos Espacial Não categorizado

Será que a asa de um avião também tem CG?

Pessoal, antes de eu continuar a falar dos outros tipos de asa tem um assunto muito importante a qual eu quero abordar, e sim, assim como uma aeronave tem seu CG a asa também tem o seu, e não é como todos pensam que ele seria.

Ok, tá confuso, o CG em uma asa nada mais é do que seu  ponto de equilíbrio, e isso pode afetar diretamente como a aeronave se comporta, imagine só , você se aventura em construir um ultraleve mas não dá mínima atenção a isso, ou uma ou outra, você irá fazer a aeronave ter tendência a girar em seu próprio eixo longitudinal, ou sua sorte colabora contigo e torna isso só um pequeno vício onde você corrigirá o voo todo, há também uma influência na corda da asa. O CG pode ser encontrado a 1/3 da corda média (imagem abaixo), mas para acha-lo corretamente é preciso fazer umas contas.

É necessário esses rascunhos (Augusto, traduza)
É necessário esses rascunhos (Augusto, traduza)

Primeiramente você terá que ter em mãos o valor da corda da ponta da asa, ou seja, o quanto ela mede, a partir disso você precisará do valor da corda da raiz. Aí acontece o seguinte, ao contrário de fazer uma conta no achismo depois de já ter gastado dinheiro construindo uma asa, você fará uma conta antes de construir (só se certifique que na fabricação ela fique Oll Korrect).

Para fazer a conta é mágica, você irá adicionar a depois da ponta da corda os valores encontrados, só que é de modo cruzado como na imagem abaixo.

cg trapezoidal
Olha a mágica aí, pera que explicarei como chega na linha de CG… (Já te atendo tchê)

Bom, fazendo o cruzamento dessa forma se acha a linha de centro, aquela que se você chegar com uma serra a asa vai ser cortada ao meio, agora só falta descobrir a linha de CG. Você pega o ponto onde tá seu CG na linha de centro e mede até chegar no bordo de ataque da asa,  a linha de CG estará a 1/3 do bordo de ataque, ou seja, se do bordo de ataque até o centro geométrico tiver 30cm o seu CG estará a 10cm do bordo de ataque.

Isso vale para qualquer configuração de asa, geralmente tem um erro por conta do instrumento utilizado na medição ou até mesmo humano, mas tem alguns pontos em que isso compensa, vou descrever abaixo quais são tais pontos:

-A medição deverá ser feita considerando tanque pela metade da sua capacidade, logo depois de construir você vai conferir se o equilíbrio da aeronave se dá naquela região ou não, então deixe o tanque com só metade de sua capacidade.

-Em aeronaves de asa baixa a dica é medir o tamanho das cordas por debaixo da asa.

Outra coisa que influencia muito, o trem de pouso principal de sua aeronave deve estar no máximo a 2,5cm do CG, senão você sabem, pousa e lá vai a cauda do triciclo tocar o chão, isso vale para os 2 tipos de trem de pouso, além do voo o problema se torna notável em solo também.

Essa ficou grande (Ufaaa), vou dividir a postagem e na próxima eu disserto sobre como identificar em voo que seu CG ficou zoado de forma fácil e compensar ele sem precisar de grandes cálculos.

 

About the author

Pedro Viana

Pedro Viana

Acadêmico de Engenharia Aerospacial - Editor de foto e vídeo - Fotógrafo - Aeroflap

Newsletter

[newsletter_signup_form id=1]

Facebook

Em busca de hotel?


Share This