Um Embraer A-29 Super Tucano da Força Aérea do Afeganistão, usado para o treinamento de novos pilotos, caiu nos EUA, perto da Moody Air Force Base, após uma súbita falha no motor Pratt & Whitney Canada PT-6.

O incidente ocorreu durante uma seção de treinamento de ataque simulado, realizado nos EUA, a pilotagem estava sendo realizada por um aluno, que estava acompanhando de um instrutor.

O instrutor relatou que notou uma falha no motor, durante o exercício de treinamento, mas como a potência da aeronave não foi afetada, decidiu prosseguir com o treinamento. Quando o aluno iniciou uma sequência de manobras de ataque uma hora após o aviso, o motor começou a falhar.

O relatório, divulgado quarta-feira, disse que o motor manteve “algum grau de impulso, mas incapaz de sustentar um voo nivelado”. Os pilotos informaram que houve uma significativa redução da velocidade da hélice.

Após checar que o motor realmente estava falhando, os pilotos prosseguiram para pouso no Aeroporto de Homerville, o mais próximo do local, mas mesmo com as tentativas de aumentar a potência do motor, os pilotos não conseguiram manter uma potência capaz de sustentar a aeronave, e ela caiu quando estava a 2,4 km do local de pouso.

Os pilotos ejetaram quando observaram a altitude de 100 metros, somente o instrutor sofreu ferimentos, de gravidade baixa. Nesse ponto os pilotos estavam tentando recuperar o motor a 5 minutos e meio.

De acordo com a Força Aérea, os danos somaram um prejuízo total de US$ 17,7 milhões.

 

Via – Military

This post is available in: pt-brPortuguês