A TAP Portugal irá cancelar 11 frequências semanais para o Brasil, ao todo ela diminuirá dos atuais 77 voos para 66 voos por semana, entre as cidades que foram afetadas pelo corte está Manaus e Belém. A principal causa dos cortes seria a alta desvalorização do real, que aumentou consideravelmente o efeito do câmbio nas viagens, além do recente surto causado pelo virus Zika no país.

De acordo com o diretor de vendas, em entrevista concedida para a presstur, a TAP só está adequando a demanda atual com a oferta, é possível que no futuro a companhia aumente suas operações no Brasil.

“Existe uma quebra acentuada no mercado brasileiro que não tem só que ver com volume. Tem também que ver com o que chamamos tarifa média em ‘boa moeda’, ou seja, em dólares ou euros. Com a desvalorização do real, brasileiro paga pela passagem aérea mais reais do que pagava no ano passado”, explicou Carlos Paneiro, diretor de vendas da TAP.

COMPARTILHAR