Após encerrar 2017 com êxito, a Turkish Airlines define suas metas para 2018, ano em que a companhia fará a transferência de seu hub para o 3º aeroporto de Istambul.

De acordo com o budget não consolidado de 2018, aprovado pelo Conselho de Diretores sob o comando de  M. İlker Aycı, Presidente do Conselho de Administração e do Comitê Executivo da Turkish Airlines, as diretrizes sobre as metas e expectativas da empresa para este ano são:

Desenvolvimento de Tráfego

  • Estima-se atingir o total de 74 milhões de passageiros transportados, sendo 33 milhões em rotas domésticas e 41 milhões em rotas internacionais;
  • Enquanto a taxa de ocupação (Load Factor) deverá estar entre 79% e 80%, o total de de assentos disponíveis (ASK) atingirá aproximadamente 183 bilhões, com um aumento de 5% a 6% em relação a 2017.  A capacidade de crescimento de assentos disponíveis (ASK) deverá ser de 10% na Turquia, 9% no Oriente Médio, 6% na Europa e no Extremo Oriente, 4% na América e 3% na África;
  • Em 2018, estima-se que o transporte  de carga/correio tenha um aumento de 21%, atingindo 1,3 milhão de toneladas.

 

Desenvolvimento Financeiro (Não Consolidado)

  • Em 2018, estima-se que o consumo de combustível pelos aviões deverá aumentar 9% em relação a 2017;
  • O combustível médio para jatos (incluindo a cobertura de combustível) deverá ser de 633 doláres /tonelada em 2018;
  • A Companhia pretende gerar 11,8 bilhões de dólares de receita de vendas;
  • Estima-se que o custo operacional por assento-quilômetro voado (CASK), excluindo o combustível, terá um crescimento entre 3% a 5%;
  • A margem EBITDAR não consolidada deve atingir entre 21% e 22%, enquanto a margem EBITDAR consolidada estará na  faixa de 23% e 24%.

This post is available in: pt-brPortuguês