A United Airlines está focando ultimamente na substituição da sua frota de aeronaves, e os aviões entre 100 a 150 assentos estão na mira da companhia.

De acordo com Andrew Levy, diretor financeiro da United, a companhia está estudando uma possível aquisição de jatos CSeries ou E-Jet E2, fabricados pela Bombardier e Embraer, respectivamente.

Esses novos aviões serão encomendados em breve, visto que a United já quer utilizá-los para aumentar a sua oferta de assentos de 4 a 6% até 2020.

Novamente a companhia afirmou que esses aviões serão utilizados para substituir alguns jatos regionais de 50 assentos, assim como dito no início de 2016, e apresentarão um aumento significativo de oferta em algumas rotas.

Novo E195-E2 leva até 146 passageiros. Foto – Embraer/Divulgação

Curiosamente a United encomendou 24 jatos E175 no final de 2016, também alegando a substituição dos ERJs. No mesmo ano a companhia encomendou 65 unidades do 737-700, mas já converteu essas encomendas para o 737 MAX 8 e 9.

Com essa conversão, a United ficou quase sem novos aviões para receber no range de 100 a 150 assentos.

Esses aviões no range de 100 a 150 assentos serão usados para substituir os jatos A319, fabricado pela Airbus, e 737-700, fabricado pela Boeing. Tanto a linha E-Jet E2 como o CSeries oferecem um consumo de combustível bem menor, e um custo por passageiro transportado ainda mais vantajoso.

CS300 da Bombardier leva até 150 passageiros em classe única. Foto – Bombardier/Divulgação

Uma encomenda desse porte, partindo da United, seria o suficiente para animar o mercado de jatos regionais, tanto a Embraer como a Bombardier lutam para vender seus novos aviões no mercado de aeronaves. A Embraer tem como vantagem oferecer uma família completa de 80 a 150 assentos, permitindo substituir tanto os aviões de 50 assentos como aeronaves maiores, da família A320 e 737 de geração anterior.

A United não comentou se esses novos aviões, com cerca de 80 assentos, seriam utilizados na sua subsidiária ‘United Express’, do mesmo modo as fabricantes citadas nesta matéria não declararam nada sobre as negociações.

Atualmente a United opera com 363 aviões da Embraer através da marca United Express, que é utilizada por outras companhias que prestam serviço no padrão United. A mesma subsidiária tem 205 aviões da Bombardier, todos da família CRJ.

 

Via – FlightGlobal

This post is available in: pt-brPortuguês