A United Airlines pode comprar unidades do Boeing 777-300ER já usadas para suprir a demanda da sua frota por uma aeronave de grande tamanho. A meta é manter o número de encomendas já realizadas da aeronave, no total de 14 aviões 777-300ER.

A companhia pode estar se aproveitando também de um menor custo das aeronaves usadas, que caíram nos últimos anos. Apesar disso a United assume que reconfigurar uma aeronave usada para as demandas da companhia, como a nova classe Polaris, irá custar bem caro, visto que o orçamento sobe de acordo com o tamanho do avião.



“Podemos adquirir alguns usados”, disse Andrew Levy, diretor financeiro da United, referindo-se ao 777-300ER na margem da conferência ISTAT Americas em San Diego.

Como citado acima, a United tem 14 encomendas para o Boeing 777-300ER e já recebeu a primeira aeronave no final de 2016. A companhia espera aposentar toda a sua frota de Boeing 747-400 até o final de 2017 e precisa de uma aeronave para substituir urgentemente o jumbo, como postado aqui na Aeroflap.

Em janeiro de 2017 a United operava com 20 aeronaves 747-400 em sua frota, que fazem alguns voos de longa distância e grande demanda como Beijing, Frankfurt, Hong Kong, Seoul, Taipei e Tóquio/Narita. Com a entrega antecipada de mais unidades dos novos 777-300ER com capacidade para 366 passageiros, os executivos da companhia estão prevendo aposentar toda essa frota até novembro deste ano.

Além do Boeing 777-300ER a United tem 35 encomendas para o Airbus A350-1000, uma aeronave semelhante em tamanho com o Boeing 777-300ER, porém que já faz parte da nova geração. A companhia ainda irá definir se as encomendas para o A350 se manterão.

A United também planeja encomendar no futuro uma aeronave para substituir o Boeing 767 em sua frota, atualmente ela está entre o Boeing 787, o qual já tem encomendas e aeronaves operando pela companhia, e o Airbus A330neo, que tem a possibilidade de entrega para a partir de 2019.

“Nós pensamos que o A330-900 é mais avião do que nós precisamos”, disse Andrew Levy, diretor financeiro da United. A United ainda descartou o interesse em qualquer aeronave maior que o Boeing 777-300ER, como o Airbus A380 e o Boeing 747-8, disse Levy.

 

Via – FlightGlobal